Acusado de estupro de vulnerável é preso pela PM

O pedido de prisão foi expedido pelo juiz titular da 1ª Vara da Comarca, Josias Martins de Almeida Júnior, e o acusado acabou localizado neste sábado na Avenida Floriano Peixoto, região central da cidade

 

Um grande cerco policial formado pela Força Tática da Polícia Militar (PM) com os sargentos Leonardo e Tocchio, cabos Carlos Alberto, Cardoso, Silva e Torres e o soldado Balarin, para capturar um cidadão de 51 anos chamado Pedro Carlos Leonel, que estava na lista de procurados da justiça acusado de prática de estupro de vulnerável.

O pedido de prisão foi expedido pelo juiz titular da 1ª Vara da Comarca Josias Martins de Almeida Júnior e o acusado acabou localizado neste sábado na Avenida Floriano Peixoto, região central da cidade, numa  abordagem de rotina.  No levantamento feito junto à Companhia de Processamento de Dados de São Paulo (Prodesp) foi constatado que estava foragido e com a prisão decretada por estupro.

Consta no inquérito policial feito pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) que entre os anos de 2010 e 2011, na Rua José Longo, Jardim Monte Mor, o servente de pedreiro Pedro Leonel teria praticado atos libidinosos com sua neta de 7 anos de idade (na época).  Segundo se apurou o denunciado costumava ficar a sós com ela e nesse período teria abusado por diversas vezes da menina. Os atos que o acusado responde são descritos pela vítima com riqueza de detalhes no inquérito policial.

Os crimes foram detectados em razão de a vítima ter revelado os abusos que estava sofrendo para uma testemunha e esta contou para a mãe que procurou a polícia.  A menina disse que não revelou os abusos no início, pois ele a teria ameaçado dizendo que  “se contasse para alguém seria obrigado a matar todos, inclusive ela”.  Após a revelação da menina, o autor foi denunciado pela Promotoria Pública, mas fugiu e estava sendo procurado.