Acusado de “explodir” DISE é preso em ação da PM

Operação da Força Tática com o sargento Doni e cabos Edilton e Torrez‏ realizada neste final de semana pela Rua Silvio Galvão no Jardim Peabiru, resultou na prisão de um cidadão chamado Daniel Perger, de 33 anos, já bastante conhecido nos meios policiais e suspeito de pertencer a uma facção criminosa que age em presídios de São Paulo.

Perger que responde processo por crime de tráfico de entorpecentes estava cumprindo pena na Penitenciária de Getulina e recebeu o benefício da saída temporária (saidinha no dialeto carcerário) do Dia das Mães, mas não retornou em dia e hora determinados pela carceragem e em razão disso estava na lista dos procurados da Justiça do Estado.

Esse cidadão também é apontado como participante de uma ação ocorrida em 10 de novembro de 2008, que resultou na explosão da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) de Botucatu que, na ocasião dos fatos, funcionava na Rua Rodrigues do Lago, Vila Padovan.

Durante a ação criminosa houve duas explosões que provocaram o desabamento do prédio da delegacia.  Autores fugiram em uma caminhonete cabine dupla deixando um rastro de medo, destruição e levando mais de 100 quilos de drogas e quatro armas de grosso calibre.

O ataque ocorreu, por volta das 5 horas e durou pouco mais de 15 minutos, tempo suficiente para que a quadrilha desligasse o sistema de alarme, arrombasse a porta da frente e levasse a central de alarmes (que continha o horário da ação), munição, um cofre com de drogas, estourasse outro com armas, queimasse inquéritos e documentos, danificasse duas viaturas e provocasse danos em casas vizinhas ao prédio da delegacia. Os envolvidos foram identificados e a maioria deles presos.