Acidente na Rondon mata motorista de Botucatu

A Polícia Rodoviária e duas equipes de resgate da concessionária Rodovias do Tietê atenderam na noite de sábado, 02, por volta das 19 horas, um choque seguido de capotamento na Rodovia SP-300, Marechal Rondon, sentido Botucatu-São Manuel, em frente a empresa CAIO. O acidente vitimou fatalmente o condutor botucatuense Aldemir Aparecido Vicente, de 45 anos, que trabalhou por vários anos em um conhecido depósito de bebidas da cidade. Segundo um casal que vinha de São Paulo com destino a Bauru, o Santana cinza conduzido por Aldemir vinha tendo um comportamento estranho na estrada.

“Avistamos ele desde a alça de acesso da Castelinho com a Rondon. Ele vinha fazendo ziguezague na pista, parecendo não estar consciente ao volante. Demos sinal de luz, buzinamos e nada. Ficamos desesperados, pois ele parecia não ver nossos sinais. Ele foi batendo, primeiro em uma placa, depois na proteção de pista, até capotar”, disse ao Acontece Botucatu a mulher que pediu para não ter o nome revelado.

As testemunhas ainda relataram que a vítima ainda estava viva após o acidente. “Paramos depois de ver o carro capotar, mas não achamos o motorista. Depois de procurar vimos ele jogado no mato, deve ter sido arremessado. Um médico que passava pelo local mediu o pulso e disse que ele estava vivo, mas sem consciência. Ligamos para polícia, resgate, concessionária, ou seja, para todo mundo. Ficamos esperando alguns minutos até que apareceu um guincho, e depois uma ambulância”, disse o homem que preferiu não se identificar.

“Dentro do Santana cinza era possível ver cadeirinha de criança, roupas e outros objetos. Não sei o que ocorreu com ele, mas foi horrível”. Disse outra testemunha no local.

A perícia foi chamada para dar início às investigações que irão apaurar as causas do acidente. A equipe de Resgate da Concessionária Rodovias do Tietê constatou a morte do condutor ainda no local. O trânsito ficou lento na via por conta do acidente. 

Júnior Quinteiro 

 

 

Fotos: André Godinho