Acidente em vicinal por pouco não se transforma em tragédia

Na manhã desta terça-feira um acidente de graves proporções materiais foi registrado no km 4 da rodovia vicinal Alcides Soares, principal meio de ligação entre Botucatu a Vitoriana/Rio Bonito, nas proximidades da ponte do Rio Capivarinha, muito frequentado por pescadores. No total, o acidente teve o envolvimento de cinco veículos e dois deles foram arremessados para uma ribanceira no acostamento da estrada.

Tudo começou quando a equipe de resgate do Corpo de Bombeiros com a viatura Blazer 103 Emergência, placas DJP-2846, foi acionada para atender a um acidente naquele trecho da estrada. Uma motocicleta (DVH-0063, de Tupã), com duas pessoas, vinha trafegando sentido Rio Bonito/Botucatu quando bateu contra a traseira de um veículo Santana, placas BXI-2222, de Botucatu. Estavam na moto Renata Pereira de Azevedo e Fábio Gomes.

Com o impacto da batida o condutor e a passageira da motocicleta foram arremessados contra o asfalto sofrendo ferimentos (um deles com fratura exposta). Nesse momento passava pelo local uma Perua Kombi da secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal que estava levando uma equipe médica ao Rio Bonito e parou no acostamento para prestar socorro ? s vítimas.

Acionado, o Corpo de Bombeiros compareceu ao local com o cabo Loureiro e soldados Adilson e Cotrin e as duas vítimas receberam os primeiros socorros no local do acidente e foram colocadas na viatura para ser transportadas até o Pronto Socorro (PS) da Unesp.

Porém, quando a equipe dos bombeiros já estava pronta para sair, um caminhão da empresa Areia Rays, placas CDM-8299, de Botucatu, com um carregamento de 20 toneladas de areia, que vinha sentido Rio Bonito a Botucatu, perdeu o controle da direção e ao se desviar da perua Kombi, que estava parada no acostamento esquerdo, acabou batendo contra a viatura do resgate do outro lado da pista e os dois veículos caíram na ribanceira.

Com a colisão, os dois feridos do acidente anterior que já haviam sidos atendidos foram jogados para fora da viatura, sendo necessário um novo veículo de resgate para encaminhar os três policiais e os dois ocupantes da moto ao hospital, onde foram medicados. A reportagem do {n} Jornal Acontece{/n} apurou que nenhum deles se feriu com a gravidade que pudesse colocar suas vidas em risco, embora o condutor da moto tenha sido submetido a uma cirurgia.

{bimg:16382:alt=interna1:bimg}

O motorista do caminhão, José Luiz Sueiro, 55, diz que perdeu o controle do seu veículo quando viu os dois carros um em cada lado da pista. “O caminhão estava muito pesado e a pista escorregadia, por isso não conseguir frear. Desviei da perua, mas acabei batendo contra a viatura dos bombeiros. Foi um susto muito grande. Só espero que ninguém tenha se machucado com gravidade”, comentou Sueiro.

Já o condutor do Santana, Manoel Everaldo Joca Martins, 30, disse que foi tudo muito rápido. “Ainda não entendi direito o que aconteceu. Vai demorar pra minha ficha cair. Primeiro a moto bate na traseira do meu carro, depois o caminhão bate e joga a viatura barranco abaixo. Agora não tenho condições de falar nada”, disse Martins.

No local estiveram diversas viaturas da Policia Militar, Civil, Guarda Municipal, Polícia Científica e Corpo de Bombeiros. O Boletim de Ocorrência foi confeccionado pelo delegado titular do 4º Distrito Policial (DP), Marcos Sagin Campos, que irá presidir o inquérito para que as causas do acidente sejam esclarecidas.

Fotos: Valéria Cuter