Acão da DIG e DISE resulta em prisões por tráfico

A Delegacia de Investigações  Gerais (DIG) de Botucatu aliada à Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), comandadas pelos delegados Celso Olindo e Paulo Buchignani, respectivamente,   em trabalho conjunto  com as  Policias Civil e Militar e Guarda Municipal de Laranjal Paulista, Cerquilho e Tatuí, realizaram uma operação que resultou na prisão de Gustavo Henrique Albers Pacheco, de  21 anos  e Derival Conceição dos Santos, de  37.

Durante a operação foi constatado que os dois estavam envolvidos diretamente em crime de tráfico de entorpecentes e presos na região central de Laranjal Paulista. Com Pacheco foram apreendidos 120 pinos de crack. Já Santos, segundo a investigação era proprietário de 34 pinos de crack,  oito porções de cocaína e 15 “parangas” de maconha, além de R$ 104,30.  Ambos foram enquadrados  em crime de tráfico de entorpecentes.

Ainda fazendo parte dessa operação foi preso um cidadão chamado Marcelo Henrique, de 18 anos,  indiciado em crime de posse ilegal de arma de fogo, por estar com um revólver calibre 38, com a numeração adulterada. Embora a arma estivesse quebrada (sem o tambor das balas), poderia ser usada para crimes de roubo.  Em um terreno, próximo ao local da operação policial,  foram encontradas mais cinco porções de cocaína e quatro pinos de crack.Em um terreno, próximo ao local da operação policial,  foram encontradas mais cinco porções de cocaína e quatro pinos de crack.