12º BPM-I utiliza sistema Copom Online no combate ao crime

Fotos: Valéria Cuter

Sob a coordenação da capitão Kátia Regina Christófalo, o 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM-I) de Botucatu está usando equipamento de última geração, via online, para combater a criminalidade e facilitar o trabalho de patrulhamento preventivo/ostensivo, através do Centro Operacional da Polícia Militar (Copom).

Denominado Copom Online, é um programa de computador desenvolvido pela própria Polícia Militar do Estado de São Paulo que, integrado com os demais sistemas utilizados pelo Centro de Operacional possibilita que o comando, desenvolva estratégias eficientes de policiamento, ou seja, colocar os recursos humanos e materiais, de forma inteligente para propiciar ao cidadão uma segurança pública, através do combate ao crime mais eficaz.

O programa possibilita uma visualização da polícia preventiva, em tempo real, de onde estão as viaturas, quais são os seus integrantes, quais as características da área, quais as ocorrências mais comuns e em que ponto da área estão localizadas, tudo de forma georeferenciada e com acesso instantâneo.

Com isso o controlador pode receber uma informação exata de um local onde esteja ocorrendo um crime, como roubo, por exemplo, e pela tela do computador acionar a viatura que esteja mais perto da cena do crime, proporcionando um atendimento mais rápido.

“Além da PM prestar um trabalho rápido e eficaz, também pode acompanhar em tempo real todo o percurso que está sendo feito pelas equipes em viaturas pelas ruas da Cidade durante o expediente de patrulhamento motorizado e melhorar a atualização diária das estatísticas de cada área”, frisou a capitão Kátia. “ É a tecnologia aliada ? PM para dar maior eficiência e rapidez no combate ? criminalidade”, emendou a oficial do 12º BPM-I.

{bimg:38817:alt=interna:bimg}

{tam:25px}Major{/tam}

Vale lembrar que a capitão Kátia Christófalo, a partir da próxima segunda-feira (1º de abril), irá passar quatro meses no Centro de Altos Estudos de Segurança (CAES), em São Paulo, onde fará o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO) e estar apta para postular sua promoção a major.