“Calote” em programa sexual cria divergência entre casal

Mulher estava muito nervosa cobrando um programa sexual que havia sido realizado com aquele homem e que não havia sido pago, porém ele negou o fato

 

Informações repassadas por populares junto ao telefone 199 na noite desta quarta-feira (09)  fizeram com os agentes municipais Barcaça e Wilson realizassem um atendimento na região da Cecap, na Vila Santana, onde uma garota de programa estava discutindo com um indivíduo. Os guardas mediaram o conflito e constataram que a mulher estava cobrando um programa sexual que havia sido realizado com aquele homem, mas que não havia sido pago.

Inclusive a mulher estava muito nervosa tentando invadir a residência do acusado que negou o fato. Com isso ambos foram conduzidos ao plantão policial, onde o delegado Geraldo Franco Pires elaborou o Boletim de Ocorrência (BO) de exercício arbitrário das próprias razões e liberou as partes envolvidas.

 

Descarte irregular  

Em outra ação os agentes Petenucci e Pedro registraram um caso de descarte de entulho, o fato aconteceu numa área verde no Bairro da Boa Vista, onde foi flagrado um indivíduo jogando entulho em via pública. Com a chegada da viatura o acusado recolheu o entulho e foi devidamente orientado e o caso será encaminhado à Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

 

Pessoa desorientada

Também o inspetor Santos e o agente Bozzoni realizaram um atendimento de auxílio comunitário a uma mulher na região da Vila Jardim que estava totalmente desorientada e caída na via. Os guardas acabaram descobrindo que ela seria moradora do Parque 24 de Maio, porém devido ao seu aparente estado de embriaguez não foi possível localizar a residência dela, sendo levada ao Projeto do Centro de Atendimento ao Migrante Itinerante e Mendicância (Camim).