Universidade de Boituva apresenta plano para estudantes de baixa renda

Em encontro com o prefeito Edson Marcusso foi apresentado um novo programa que ampliará oportunidades para que estudantes possam frequentar a universidade
 


A diretora das Faculdades Integradas Boituva (FIB), integrante ao Grupo Educacional Uniesp, professora Joelma Gomes de Nascimento e o coordenador de projetos sociais, André Willians Savassa Miranda, foram recebidos pelo prefeito Edson Marcusso,para apresentação de um novo programa que ampliará oportunidades para estudantes de baixa renda frequentar a universidade. A audiência foi acompanhada pelo vereador Ronaldo Silva e pelo responsável de TI da Uniesp local, André Prates.

Durante a audiência, segundo explicou a diretora, por meio do programa Plano 100, a Uniesp proporcionará ao ingressante por vestibular ou transferência a oportunidade de frequentar um dos cursos superiores oferecidos, condições especiais para o pagamento da mensalidade, que poderá ser de até 100 reais por mês. “Se pagar até o dia do vencimento, ainda ganha um bônus no mesmo valor, que será creditado no saldo final. Assim, quando terminar o curso, seu crédito será o dobro do valor pago”, disse.

 

50% na Transferência

O programa oferece desconto de 50% para alunos que se transfiram de outras universidades. Em Boituva, os cursos presenciais oferecidos são de Administração de Empresas, Ciências Contábeis, Direito, Matemática e Pedagogia. “O que buscamos por meio desta ação é abrir oportunidades reais para que o estudante boituvense tenha a oportunidade de frequentar cursos superiores de qualidade, numa das maiores instituições do País”, disse a diretora.

 

Importância Social

Por ocasião da audiência, o prefeito Edson Marcusso ressaltou a importância social da iniciativa e destacou o perfil dinâmico e empreendedor do presidente do Grupo Uniesp, professor José Fernando Costa. “Imagino que a instituição dá um importante passo no sentido do estudante brasileiro e não apenas ao boituvense, oferecendo condições para que tenha a oportunidade de se qualificar e se preparar para o mercado de trabalho, que deve ser apoiada pelas instituições”, disse o prefeito.