TOR realiza a um flagrante de apropriação indébita em Itatinga

Policiais que fazem parte da equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) realizaram a um flagrante de apropriação indébita  no km 220 da SP-280 Rodovia Presidente Castello Branco, pista Oeste, Município de Itatinga.  No local foi aprendido um veículo GM Cobalt, ano 2013, na cor prata, de placas BBE-0168, Município de Maringá/PR, que estava sendo conduzido por Josiel da Silva.

Durante fiscalização do TOR  pela praça do pedágio de Itatinga, sentido Leste (interior/capital)  a equipe notou que o condutor do veículo demonstrou nervosismo ao ver os policiais no outro sentido da pista. O que chamou a atenção foi que o veículo era novo, mas as rodas eram velhas, sendo então consultada a placa do veículo pelo Terminal Móvel de Dados (TMD) embarcado, constando queixa de apropriação indébita.

Em seguida, a equipe efetuou retorno e iniciou o acompanhamento do veículo no sentido interior, sendo abordado no quilômetro 220 da citada rodovia e foi confirmado mediante consulta pela Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp)  a queixa de apropriação indébita,   registrada na 27ª DP de São Paulo/SP em 28/04/2015,  tendo como vítima um senhor, residente no Bairro Brooklin em São Paulo.

Feito contato com a vítima, a qual informou aos policiais que esse veículo foi locado no mês de abril de 2015 na locadora de automóveis em que trabalha para uma empresa que não mais retornou com o veículo. Posteriormente, a vítima descobriu que se tratava de um golpe, pois a empresa que locou o automóvel não existia.

Diante do exposto, foi dada voz de prisão por crime de receptação a Josiel  da Silva, sendo encaminhado à Delegacia de Itatinga  onde o delegado determinou a elaboração do Registro Digital de Ocorrência (RDO) sendo apreendendo o veículo  e o documento Certificado de Registro e Licenciamento e liberado o condutor.