São Manuel discute novo Estatuto do Magistério com os professores

O prefeito de São Manuel,  Marcos Monti, acompanhado do Diretor de Educação, Luciano Giacóia, e do representante do Instituto BrasilCidades, Dr. Cleuton, se reuniu com todos os professores da Rede Municipal de Ensino para apresentar o Projeto de Lei que regulamenta a elaboração do novo Estatuto e Plano de Carreira, Cargos e Vencimentos dos Profissionais do Magistério Público Municipal, desenvolvido por uma comissão formada pelos técnicos contratados e dois professores representando toda a rede. O novo Estatuto traz avanços e conquistas aos professores, que diariamente trabalham e se dedicam na formação do futuro da cidade.

Vale salientar, que em maio de 2014, foi realizado, também no auditório da EMEI “Dona Leonor Mendes de Barros”, um Fórum, onde professores, coordenadores, diretores e demais profissionais da educação puderam se inscrever para participar da discussão e reflexão da primeira versão do documento que estava sendo elaborado.

A elaboração de um novo estatuto e plano de carreira é uma solicitação da Rede Municipal de Educação, uma vez que o documento que rege, atualmente, a vida profissional dos servidores do magistério municipal é do ano de 1997 estando assim, desatualizado.

“Como o Estatuto era muito antigo, necessitamos de alterações, não só para melhorar as condições de trabalho dos professores, mas também para beneficiar os estudantes do nosso município”, comenta o Diretor de Educação, Luciano Giacóia.

Para a elaboração do novo estatuto do magistério, uma equipe composta por representantes das escolas municipais, da Diretoria Municipal de Educação e dos técnicos do Instituto BrasilCidades, após diversas reuniões e análise das solicitações apresentadas pelas escolas, fizeram um levantamento das possibilidades de atendimento da demanda apresentada pela Rede Municipal de Ensino, proposta que procurou atualizar e melhorar a carreira do magistério.

Marcos Monti  expôs as propostas e deixaram os professores à vontade para que pudessem refletir sobre a aceitação ou não de um novo estatuto. A resposta foi positiva, inclusive por parte do Conselho Municipal de Educação, que após uma reunião, encaminhou ao prefeito um ofício onde mostram-se favoráveis à aprovação do Novo Estatuto do Magistério, já que esta era uma das metas do conselho, que é formado por representantes das redes municipal, estadual e particular de ensino.