São Manuel conhece seus novos conselheiros tutelares para 2016

Os são-manuelenses conhecem os seus novos conselheiros tutelares para uma mandato de 4 anos que se inicia em janeiro de 2016. Foram 1500 eleitores que compareceram até a Escola “Dr. Augusto Reis” para votarem em até cinco candidatos. O movimento foi intenso desde o início da manhã. O prefeito Marcos Monti, a primeira dama e presidente do Fundo Social Andrea Monti, diretores municipais e vereadores, estiveram no local, votaram e participaram deste ato de cidadania.

Os cinco eleitos e seus respectivos votos são: Giovana Destro, com 299 votos; João Rissi, 299 votos; Chica Migliolaro, 276 votos; Taisa Brombini, 269; e Débora Guirelli 264 votos. Os suplentes são: Gisele Massarico, com 236 votos; Lilian Arcuri, 229 votos; Luciana Peres, 227 votos; Paula Furlan, 223 votos; e Anderson Quinalha, 205 votos. Veja no final desta página as fotos dos eleitos e suplentes.

O conselheiro tutelar tem a função de zelar pelo direito dos menores, com competência e organização previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente.

Pela primeira vez as eleições foram unificadas, ou seja, aconteceram na mesma data em todos os municípios brasileiros, conforme disposto na Lei Federal nº 12.696/2012, que também assegura a esses profissionais direitos como licença maternidade e paternidade, cobertura previdenciária e férias. O voto foi facultativo.

 

O  Conselho

Devido ao seu trabalho de fiscalização a todos os entes de proteção (Estado, comunidade e família), o Conselho possui de autonomia funcional, não tendo nenhuma relação de subordinação com qualquer outro órgão do Estado. Em todas as cidades o mandato dos conselheiros é de quatro anos. Em São Manuel foram 22 candidatos que concorreram a cinco vagas titulares e cinco suplentes. A remuneração para o cargo é estipulada em R$ 1.463,00.