Projeto em Pederneiras premiou alunos da Rede Municipal de Ensino

Cada escola participante teve um ganhador que conseguiu expor de maneira clara e objetiva quem é o agricultor e o que ele faz ou deve fazer

 

Por mais um ano, as escolas de Ensino Fundamental de Pederneiras participaram do Projeto Dupont na Escola em parceria com a Ascana – Associação dos Plantadores de Cana do Médio Tietê. Com o objetivo de promover os conceitos de crescimento sustentável da atividade agrícola, cidadania, conscientização preservacionista e segurança na aplicação de defensivos agrícolas para os alunos que moram nas regiões de alta cultura agrícola, o projeto “Dupont na escola” vem desde 2013 aprimorando estas ações em nosso município.

O projeto é uma parceria entre as empresas e a Prefeitura Municipal de Pederneiras, por meio da Secretaria de Educação, que visa incentivar e ensinar aos alunos as práticas corretas de plantio como também da preservação e conservação ambiental, conteúdos que só vem somar aos projetos das escolas municipais que já trabalham o tema durante todo o ano.

Este ano, os alunos do 5º ano de todas as escolas receberam, previamente, uma revista da Dupont que enfocava o tema Meio Ambiente e Sustentabilidade para que pudessem ter um repertório sobre o assunto para mais tarde produzirem uma redação e um desenho sintetizando os conhecimentos adquiridos.

Antes das produções, os alunos tiveram uma palestra com o representante da Dupont e da Ascana com o intuito de ampliar os saberes e formar agentes conscientizadores em suas comunidades para ajudar a fortalecer a preservação do meio ambiente e a disseminar as técnicas e equipamentos de proteção aos trabalhadores rurais.

Como parte do projeto, cada escola participante teve um ganhador que, com a soma da redação + desenho, conseguiu expor de maneira clara e objetiva quem é o agricultor e o que ele faz ou deve fazer. A premiação ocorreu no dia 29 de outubro. Os nove vencedores receberam um rádio portátil FM e MP3. Dentre eles foram eleitos dois trabalhos que melhor traduziu o projeto e premiou-os com mais um presente.

O primeiro lugar ficou com a aluna Lauane Pereira da Silva da EMEF Anna Ruiz F. Furlani que além de ganhar um notebook para ela, também ganhou um notebook para a escola para uso dos projetos escolares e um tablet para sua professora Elaine Cristina Gimenes Olbera. O segundo lugar ficou com o aluno Erik Matheus da Silva Soares da EMEF Monsenhor Celso que também foi presenteado com um tablet.