Malha ferroviário na região é interditada por deslizamento de terra e pedra

 

Também está sendo feito uma avaliação na malha  ferroviária para detectar se existem outros pontos de deslizamento que possa ocasionar acidentes com as locomotivas

 

Responsáveis pela malha ferroviária da antiga Ferrovia Paulista Sociedade Anônima (Fepasa), hoje administrada pela América Latina Logística (ALL) interromperam o tráfego de trens de carga pela região de Botucatu em razão de um deslizamento de terra e grandes pedaços de pedras que caíram sobre os trilhos na regisie de Lençois Paulista.

Durante toda esta quinta-feira, funcionários da empresa permaneceram trabalhando no local para fazer a limpeza e os reparos no trecho afetado. Também está sendo feito uma avaliação na malha  ferroviária para detectar se existem outros pontos de deslizamento que possam ocasionar acidentes com as locomotivas.

Vale destacar que vários acidentes como descarrilamentos e quedas de trens já aconteceram, nos últimos anos, desde que a ALL assumiu o controle da ferrovia. Em razão disso a Prefeitura de Botucatu, por meio da Defesa Civil encaminhou à ALL um ofício no qual solicita providências da mesma em relação aos procedimentos de segurança nos trilhos e máquinas que perpassam o Município.

“Estão acontecendo acidentes com relativa freqüência na região e, por isso, o Poder Público quer saber as atitudes que a ALL irá adotar para  a prevenção. Se nada for feito, tomaremos todas as medidas necessárias para evitar que acidentes ocorram no Município, principalmente, na área urbana”, argumenta.