Instituído o Dia do Policial Rodoviário no Estado de São Paulo

A gênese está ligada a uma série de fatores como a popularização do automóvel, os motoristas ainda sem habilidade e os frequentes acidentes

 

Por meio do projeto de lei de iniciativa do Deputado Estadual Gil Lancaster, foi instituído o Dia do Policial Militar Rodoviário que passa a ser comemorado anualmente em 10 de janeiro. Essa data remete à edição do Decreto Estadual 17.868, de 10 de janeiro de 1948, que criou o Corpo de Policiamento Rodoviário.

A gênese do Policiamento Rodoviário está ligada a uma série de fatores: a inauguração da Via Anchieta em 1947 (com características arrojadas para a época), inauguração da Via Anhanguera em 1948 (ligava São Paulo a Jundiaí e depois a Campinas), a popularização do automóvel, os motoristas ainda sem habilidade e os frequentes acidentes.

Tornou-se então necessário disciplinar o trânsito, orientar e auxiliar os usuários das vias, mantendo um policiamento ostensivo nas estradas de rodagem. O fundador do Policiamento Rodoviário, o então 1º  tenente José de Pina Figueiredo, da antiga Força Pública (atual Polícia Militar), traduziu os ideais daquela nova organização na seguinte frase: "Quero uma polícia urbana com o cidadão, inflexível com o infrator, dura com o delinquente”.

Esses ideais permanecem vivos até hoje no Policiamento Rodoviário da Polícia Militar do Estado de São Paulo. O 5º Batalhão de Polícia Rodoviária, sediado em Sorocaba e responsável pelo policiamento ostensivo nas rodovias estaduais também nas regiões de Itapetininga, Tatuí e Barueri, tem buscado servir os usuários e a população paulista com a mesma determinação dos nossos antecessores, seguindo fielmente a premissa preconizada pelo Comandante Pina de Figueiredo.

Nesse diapasão, em 2015, na malha rodoviária sob a responsabilidade do 5º BPRv, os acidentes de trânsito sem vítimas foram reduzidos em 13%, acidente de trânsito com vítimas redução de 14%, vítimas leves redução de 16%, vítimas graves redução de 15%, vítimas fatais redução de 24%, ainda foram aprendidas mais de 23 toneladas de drogas (entre cocaína, crack, maconha e haxixe), mais de 81.000 comprimidos de drogas sintéticas, 52 armas de fogo e recapturados 116 procurados pela Justiça.

Aproveitando essa data comemorativa, os policiais renovam o compromisso com o cidadão usuário das rodovias que compõem a malha viária do 5º Batalhão de Polícia Rodoviária: trabalharemos incansavelmente para proteger a vida e a incolumidade física das pessoas, garantindo a obediência às normas de trânsito, assegurando a livre circulação e evitando acidentes, bem como atuando de modo implacável contra a criminalidade, principalmente quanto ao roubo de cargas e o tráfico de drogas.