Cantor sertanejo Chico Rey morre aos 63 anos durante férias em Maceió

Funcionário do hospital disse que cantor sofreu uma parada cardíaca.
Francisco Aparecido de Jesus Gomes fazia dupla com o irmão, Paraná.

 

O cantor sertanejo Chico Rey morreu aos 63 anos, na tarde desta sexta-feira (26), em um hospital particular localizado no bairro da Ponta Verde, em Maceió. De acordo com um funcionário do hospital, que pediu para não ser identificado, o músico faleceu após sofrer uma parada cardíaca.

Batizado Francisco Aparecido de Jesus Gomes, "Chico Rey" fazia dupla com o seu irmão, Paraná. Eles são naturais da cidade de Arapongas, no estado do Paraná.

O funcionário do hospital informou que o músico esteve na unidade de saúde na quinta (25), para uma sessão de hemodiálise. E hoje, deu nova entrada na unidade de saúde por volta das 13h30, após sofrer um choque hipovolêmico, que ocasionou perda de sangue, seguida de parada cardíaca.

O produtor da dupla, Toninho Lopes, informou à reportagem que Chico Rey chegou à capital alagoana na última segunda-feira (22) com a esposa e as duas filhas para passar férias.

"Ele tinha problema de rins e já fazia hemodiálise. [Ele] Estava de férias em Maceió. Foi fazer o procedimento e morreu", lamenta o empresário.

Entre as músicas que fizeram sucesso da dupla sertaneja estavam: Canarinho Prisioneiro, Você Não Sabe Amar, Quem Será Seu Outro Amor?, Leão Domado, Alma Transparente, Amor Rebelde, De Lá Pra Cá, Minha Serenata.

O cantor Daniel lamentou nas redes sociais a morte do companheiro. Na publicação, ele diz que o cantor e o irmão formavam uma das mais belas duplas do Brasil.

“Chico Rey além de um grande parceiro, um cara que é da mesma época que a gente, vimos nascer Chico Rey e Paraná e formaram uma das mais belas duplas do Brasil. Além de ser bom caráter e boa gente! Vai fazer muita falta, foi uma notícia inesperada para mim e para todos os seus fãs. Nossos sentimentos a toda a família e a quem fazia parte da sua trajetória. Tivemos mais uma perda irreparável para nossa música sertaneja, para abandeira que levantamos”, lamenta o cantor Daniel.

(Fonte:G1)