Assembleia de SP aprova projeto de lei que proíbe garupa em motos

Foto – Divulgação

O texto prevê que o trânsito de motocicletas com dois ocupantes fica proibido de segunda a sexta-feira, das 10 às 16h30 e das 23 às 5 horas. Sábados, domingos, feriados e demais horários estariam liberados

 

A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou esta semana em plenário na segunda votação, ou definitiva, o projeto de lei de autoria do deputado Jooji Hato (PMDB) que proíbe dois ocupantes em motocicletas em determinados dias e horários.

O projeto será encaminhado para sanção do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que terá 15 dias para decidir se aprova ou não. Em 2011, o mesmo projeto também foi aprovado na Assembleia Legislativa, mas acabou vetado por Alckmin.

O texto prevê que o trânsito de motocicletas com dois ocupantes fica proibido de segunda a sexta-feira, das 10 às 16h30 e das 23 às 5 horas. Sábados, domingos, feriados e demais horários estariam liberados. A proibição seria válida para áreas urbanas de municípios com a população superior a 1 milhão de habitantes (capital, Guarulhos e Campinas).

O objetivo do projeto é evitar a chamada "saidinha de banco", os assaltos durante a madrugada e "proporcionar mais segurança para os motociclistas". O projeto de lei também obriga o uso de capacetes e coletes com o número da placa da motocicleta afixado na parte de trás dos mesmos em dimensões e cor fluorescente que o mantenha legível, inclusive à noite. A multa por descumprimento da lei seria de R$ 130 para cada infração cometida.

Fonte: G1