Vigilância Ambiental divulga dados de 2013

Ao realizar o balanço das atividades executadas ao longo do ano de 2013, a equipe da Vigilância Ambiental em Saúde (VAS) contabilizou a abertura de 6.595 protocolos de atendimentos. Entre os serviços mais solicitados, destaque para os encaminhamentos para retirada de abelhas e vespas que somaram 1.040 atendimentos e reclamações sobre terrenos baldios (906 casos). Foram notificados pela Vigilância Ambiental 3.126 imóveis para capina e limpeza; e também foi realizado o recolhimento de 484 animais mortos na Cidade.

Além destas ações, a VAS também atendeu solicitações de resgate de animais silvestres (386); animais doentes soltos em via pública (354), que foram tratados pelo Canil Municipal em parceria com a Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da UNESP (FMVZ) e Ongs; imóveis com falta de higiene (323); resgate de animais soltos em via pública sem estarem doentes (318); denúncia de maus tratos contra animais (269); atendimentos de problemas da população com morcegos (292) e com ratos (212).

Segundo o supervisor de serviços de saúde ambiental e animal, Valdinei Moraes Campanucci da Silva, essas atividades foram as dez principais realizadas pela VAS durante todo o ano de 2013. “A VAS também atendeu reclamações de criadouros de mosquito da dengue, resgate de animais que invadem imóveis, resgate de animais peçonhentos como serpentes, aranhas e escorpiões, entre outros”, informa.

O supervisor orienta população a entrar em contato com a Vigilância Ambiental em Saúde para fazer denúncias ou obter informações por meio dos telefones: 3813-5055 ou 150. A VAS está localizada na Secretaria da Saúde, Rua Major Matheus, 7, Vila dos Lavradores.

O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira das 7 horas ? s 16h30. Fora do horário comercial de atendimento, nos finais de semana e feriados, o plantão da VAS atende casos de urgência e pode ser acionado através do telefone 199 da Guarda Civil Municipal (GCM).