Unesp estende horário para entrada de corpos para autópsia

O jornal {n}Acontece Botucatu{/n} publicou nessa terça-feira (5) uma reportagem sobre o inconformismo dos munícipes com relação a excessiva demora para entregar os corpos para que familiares façam o velório, por parte do Serviço de Verificação de Óbitos, órgão da Superintendência do Hospital das Clínicas (HC) da Unesp de Botucatu que foi autarquizado pelo Governo do Estado no ano passado e passou a ser vinculado, diretamente, ? Secretaria Estadual da Saúde, ganhando autonomia administrativa, financeira e patrimonial.

Já foram apontadas várias situações em que os corpos levaram mais de 12 horas para serem liberados. Essa demora é reconhecida pela própria superintendência que não tem um trabalho direcionado nessa área 24 horas por dia. De acordo com informações coletadas junto a assessoria, o SVO funciona de segunda a sexta-feira, das 8 ? s 20 horas e aos finais de semanas e feriados das 9 ? s 20 horas.

Com isso, caso uma morte ocorra após as 20 horas e antes das 8 horas da manhã do dia seguinte, o corpo permanece por cerca de 12 horas “guardado” no HC, já que não há técnicos especializados suficientes para prestar um atendimento 24 horas por dia. Essa longa espera para liberar os corpos gera inconformismo nas famílias.

Diante da situação a Diretoria Clínica do HC estendeu o horário de entrada de corpos no SVO para autópsia, passando das 20 horas para ? s 21h30. Desta forma, com a ficha de solicitação para verificação entregue até ? s 21h30, o corpo será submetido a autópsia no mesmo dia.

De acordo com a Diretoria Clínica, esta é uma medida paliativa, para reduzir um pouco o tempo de espera, até que possa ser estabelecido o funcionamento 24 horas do serviço. Com esta mudança, o SVO do HC passa a funcionar de segunda a sexta-feira, das 8 ? s 21h30, e aos finais de semanas e feriados das 9 ? s 21h30.

A autópsia é feita após o horário estipulado, mas por se tratar de um procedimento demorado – cerca de 3 horas – é necessário que a ficha de solicitação para a verificação seja entregue até ? s 21h30, caso contrário, o corpo passará pelo procedimento no dia seguinte. O Serviço de Verificação de Óbitos do HC atende, aproximadamente, 70 cidades da região e realiza, em média, sete procedimentos por dia.

O SVO é um serviço de avaliação da causa da morte desconhecida ou duvidosa, com o objetivo de fornecer elucidação diagnóstica e informações complementares para o serviço de epidemiologia e políticas de saúde pública em geral, o que para a sociedade é de suma importância, pois pode colocar em evidência os possíveis riscos a saúde que estão em emergência, tanto os já conhecidos quanto os que não são comuns, ou ainda casos de uma doença nova em um determinado local.