Tiro de Guerra de Botucatu comemora o Dia do Soldado

O Tiro de Guerra de Botucatu (TG-02-048), que tem o sargento Berdeleu Aliboski  como Chefe de Instrução e o capitão Edson Aparecido Alves como delegado da 12ª Delegacia de Serviço Militar do Exército Brasileiro, estará comemorando no próximo dia 23 de agosto (sábado), às 9 horas, o Dia do Soldado. Várias autoridades municipais deverão marcar presença ao evento.

Na ocasião serão entregues os braçais de cabos aos atiradores que concluíram o curso de instrução, além da entrega do diploma de “Colaborador Emérito do Exército” para os secretários André Peres e Alessandra Lucchesi de Oliveira, que administram as pastas de Obras e Educação, respectivamente.

A data que tem por objetivo homenagear o trabalho dos membros do Exército Brasileiro, foi instituída em homenagem a Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, patrono do Exército brasileiro, nascido em 25 de agosto de 1803 e que ficou conhecido como “pacificador” por defender o Brasil em confrontos externos e internos.

No Brasil, o serviço militar é obrigatório por lei desde 1908. Ao completar 18 anos, todo rapaz deve se cadastrar em alguma das forças armadas (Marinha, Exército ou Aeronáutica). Na estrutura do governo brasileiro, estas estão integradas ao Ministério da Defesa e tem por objetivo a defesa dos direitos constitucionais.

A carreira de soldado proporciona ao jovem o aprendizado de valores como disciplina, organização, amor à pátria, solidariedade e perseverança, entre vários outros que orientam suas atividades dentro e fora do quartel. O soldado exerce atividade em tempos de guerra e na manutenção da paz, dentro e fora do país. Presta auxílio à população em situações de calamidade.