TG comemora o Dia do Soldado com homenagens

O Tiro de Guerra 02-048, de Botucatu, realizou neste final de semana uma solenidade em comemoração ao Dia do Soldado. Na oportunidade, além dos familiares dos atiradores, compareceram várias autoridades locais, que sempre contribuíram de forma atuante para o bom funcionamento do TG, dentre elas o capitão Edson Aparecido Alves – Delegado da 12ª Delegacia do Serviço Militar;  Nilton Luís Viadanna, secretário de Negócios Jurídicos e representante de João Cury Neto, prefeito e diretor honorífico do TG; Alessandra Lucchesi de Oliveira, secretária da Educação; André Luiz Peres, secretário de Obras; José Maria Milani, diretor do Senai Botucatu; e Sergio Luís Bavia, comandante da Guarda Civil Municipal (GCM).

Na solenidade foi entregue o Diploma de Colaborador Emérito do Exército a Alessandra Lucchesi de Oliveira e ao André Luiz Peres.  O diploma “Colaborador Emérito do Exército” foi criado pela portaria ministerial Nº 677, de 29 de maio de 1980, com a finalidade de agraciar personalidades e instituições civis, brasileiras ou estrangeiras, que possuam elevado conceito na classe e na comunidade a que pertençam e tenham praticado ação destacada ou serviço relevante em prol do Exército Brasileiro. No Estado de São Paulo a referida condecoração é conferida diretamente pelo Comandante Militar do Sudeste, atualmente general João Camilo Peres de Campos.

Na mesma solenidade foi realizada a entrega, pelo diretor do Senai, os diplomas do Curso de Inspetor de Qualidade aos 23 atiradores que concluíram o curso com excelente aproveitamento. Na sequência do evento, o delegado do Serviço Militar, capitão Alves, e o chefe da Instrução do TG, sargento Berdeleu, procederam a tradicional cerimônia de entrega dos braçais de monitores, por terem concluído com aproveitamento o Curso de Formação de Cabo (CFC), a 22 atiradores, agora promovidos à graduação honorífica de monitores. 

Em seu discurso o sargento Berdeleu agradeceu a presença de todos e destacou o trabalho dos dois secretários homenageados, a importância da parceria com o Senai, que qualifica os atiradores, e o trabalho do soldado brasileiro. A tropa desfilou em continência ao capitão Alves, militar da ativa do Exército Brasileiro mais antigo presente.