Susto: Panela de pressão explode em residência de Botucatu

Uma família levou um susto e tanto na última quarta-feira, 02, no bairro Recando Azul, em Botucatu. A servidora pública Adriana Viriato Godoy estava preparando o jantar, como de costume, utilizando uma panela de pressão para cozinhar o feijão. Durante o processo de cozimento a panela simplesmente explodiu.

“A minha panela de pressão tem aproximadamente 20 anos de uso. Juntamente com a panela coloquei o restante do jantar para cozinhar também. O feijão estava no fogo aproximadamente 15 minutos. Normalmente enquanto o jantar está cozinhando, já vou lavando a louça antes do jantar, como estava muito cansada e com dores nas pernas, excepcionalmente este dia, me sentei no sofá da sala para descansar um pouquinho”, contou ela ao Acontece Botucatu.

“Enquanto eu estava na sala, meu marido e meu filho, que estavam de saída, foram até a cozinha, abriram a geladeira, que fica próxima ao fogão, foi quando ouvi uma explosão. Eu corri mediatamente para a cozinha e vi aquela fumaça branca e o meu marido com o rosto tampado pelas mãos, correndo para a pia para lavar e meu filho com as mãos no ouvido gritando que estava surdo e com a cabeça cheia de restos de feijão espirrados pela panela”, continuou.

 

Quando ela olhou para o fogão viu tudo estilhaçado, já que o modelo é Cooktop, que tem a tampa de vidro. “A coifa que estava instalada sobre o fogão quebrou com o impacto da panela e afundou o meu forno embutido. O jantar que eu estava preparando ficou todo espirrado pela pia e feijão, nem se fale, tinha por todo o lado”.

Os alimentos que estavam sendo preparados atingiram as cortinas, paredes, armários e até o teto da casa. Rapidamente a família se lembrou do gás. O problema é que não havia mais fogão para desligar. “Meu marido correu lá fora para fechar o botijão de gás. Com tudo isso, nos restou ficar até de madrugada limpando toda a sujeira e o estrago que isso nos causou. Foi tudo muito rápido! Não houve tempo de fazer nada”, frisou Adriana.

 

Ela lembrou que a explosão da panela poderia ter ocasionado algo muito pior se todos estivessem próximos ao fogão. “Acredito que isso tenha ocorrido pelo tempo de uso da panela, pela minha falta de manutenção na válvula de segurança da mesma. Gostaria que ficasse um alerta para as pessoas que utilizam panela de pressão que fiquem atentas para que não aconteça a mesma coisa que aconteceu com a Família Godoy”, finalizou.

A melhor forma de evitar é prevenir

A melhor atitude nesses casos é a prevenção e ficar atento a pequenos detalhes. Além do tempo de uso, que não deve ser muito prolongado em casos de panelas de pressão, há outras dicas que devem ser seguidas no dia a dia.

Segundo o subtenente reformado do Corpo de Bombeiros e consultor de segurança contra incêndio, Eduardo da Silva, o primeiro cuidado começa na compra do equipamento. Apenas compre panelas de pressão que possuam o selo do Inmetro e nunca adquira uma panela de pressão no comércio ambulante, comumente chamados de camelôs.

O próximo cuidado é procurar saber qual a capacidade da panela de pressão, ou seja, quantos litros ela comporta. “Essa informação você encontra no manual do fabricante. Uma panela de pressão cheia demais pode entupir a válvula de segurança, o que é muito perigoso”, explicou o especialista. Além dos cuidados na hora da compra, precisamos ter também os seguintes cuidados durante a sua utilização.

A válvula com pino foi feita para liberar vapor, logo, se durante a operação da panela a válvula parar de soltar vapor e fazer aquele chiado característico, pode indicar que ela foi obstruída. Nesse caso, desligue o fogo imediatamente. Em seguida, com o auxílio de um garfo ou colher, faça um movimento para cima com a válvula para que o vapor dentro da panela escape.

Caso a panela apresente liberação de vapor pela área circular onde fica localizada a borracha, significa que é borracha está danificada e precisa ser substituída. Quando a panela começar a soltar vapor, você pode diminuir o fogo, pois se a água no seu interior já está fervendo, o fogo alto não vai mais alterar a temperatura do seu interior. Nunca abra uma panela sem que toda a pressão tenha saído.

Outros acidentes em casa

Ainda segundo Da Silva, outros acidentes podem acontecer dentro de casa. Portanto, pais e responsáveis devem sempre coibir brincadeiras com fósforos e isqueiros, bem como, material inflamável. Produtos inflamáveis devem ser guardados em local seguro e longe do alcance das crianças. Não ligue diversos aparelhos em uma mesma tomada. Não acenda churrasqueiras com crianças próximas, e nem permita que participem dessa experiência, Objetos cortantes devem ser mantidos fora do alcance das crianças. Crianças pequenas NÃO devem tomar banho sozinhas.

Brincadeiras próximo às escadas devem ser proibidas. Recomenda-se a instalação de grades de segurança. “Verifique a necessidade de instalação de redes de proteção em janelas de sobrados e apartamentos. Além disso, crianças menores de seis anos não devem dormir em beliches. Se não for possível, deve-se instalar grades de proteção nas laterais do móvel”, completou ele.

Mais dicas do especialista

– Medicamentos e produtos químicos devem ser mantidos longe do alcance de crianças;

– Cuidado com brinquedos e objetos pequenos que podem ser facilmente engolidos por crianças pequenas;

– Vede todas as tomadas que estejam ao alcance das crianças.

– Cortinas ou persianas devem estar preferencialmente sem cordas para evitar o risco de estrangulamento;

– Atente para que as crianças não brinquem de puxar a toalha da mesa. Risco de queimaduras por pratos quentes que podem virar sobre elas;

– Os cabos das panelas devem estar sempre virados para dentro do fogão;

– Pais ou responsáveis não devem deixar as crianças desacompanhadas na área da piscina, nem se distrair com campainhas, telefonemas, tarefas ou conversações;

– Os acessos à piscina devem ser mantidos fechados, quando não estiver em uso, e as chaves fora do alcance de crianças;

– As piscinas de plástico e infláveis para crianças devem ser esvaziadas quando não estiverem em uso.

 

Veja uma reportagem da Rede Globo sobre panela de pressão: