Simulado de catástrofe é realizado no shopping

O Corpo de Bombeiros e outros órgãos de segurança que atuam na diretamente na Rede de Urgência e Emergência em Botucatu realizaram um simulado de catástrofe no shopping que começou com um incêndio no cinema. A contabilidade foi de quatro óbitos, além de 20 vítimas graves e outras 10 vítimas leves encaminhadas aos prontos socorros de Botucatu. Pouco mais de 40 pessoas ainda foram socorridas no próprio local, mas sem apresentar quaisquer escoriações ou risco de morte.

Este foi o segundo simulado deste porte realizado na Cidade. No ano passado, o Teatro Municipal foi o cenário escolhido. Na época, a avaliação foi extremamente positiva pois se tratava de uma experiência inédita em Botucatu. A iniciativa local surgiu após o caso da boate Kiss, ocorrido na cidade de Santa Maria (RS), em janeiro de 2013, quando mais de 200 pessoas morreram após um incêndio dentro da casa noturna.

“Podemos visualizar o entrosamento entre as equipes, mas claro que avaliaremos pontos que possam ser melhorados para não haver falhas numa situação real. Mas a princípio foi um sucesso”, comenta o tenente do Corpo de Bombeiros de Botucatu, Edson Winckler Filho.

“Esperamos que situações como esta não aconteçam em Botucatu. Mas se por ventura acontecer, estamos preparados para atender a população com qualidade”, afirma a enfermeira Priscila Masquetto Viera de Almeida, coordenadora geral do SAMU regional Botucatu.

“Não tenho dúvida que Botucatu sai mais uma vez na frente e agora serve de exemplo a outras cidades que talvez não tenham a mesma estrutura para o atendimento de urgência e emergência que a encontrada aqui. Todos os envolvidos estão de parabéns”, enalteceu o secretário municipal da Saúde, Claudio Lucas Miranda.

Parceria

Este simulado em Botucatu foi uma iniciativa do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) e do Corpo de Bombeiros. Ele contou ainda com a participação da Secretaria Municipal de Segurança [Guarda Civil Municipal] Defesa Civil, Polícia Militar, Polícia Rodoviária, Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), Rodovias do Tietê, Policia Militar, Unimed, e equipe de seguranças e brigadistas do Shopping Botucatu.