Sessão Solene marca 50 anos da FCA/Unesp

O Auditório Paulo Rodolfo Leopoldo, na Fazenda Lageado foi palco da comemoração do Jubileu de Ouro da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp de Botucatu. A cerimônia foi presidida pelo professor Carlos Antonio Gamero, pró-reitor de Administração da Unesp, representando o Magnífico Reitor Julio Cezar Durigan. A mesa dos trabalhos foi composta pelo professor João Carlos Cury Saad, diretor da FCA; Arnaldo Jardim, Secretário de Agricultura do Estado de São Paulo; João Cury Neto, prefeito de Botucatu; e Fernando Cury, deputado estadual.

Também estiveram presentes Edson Luiz Furtado, diretor-presidente da Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas Florestais (Fepaf); Edivaldo Domingues Velini, ex-diretor da FCA e presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Unesp (Fundunesp); Leonardo Theodoro Büll, ex-diretor da FCA e assessor da Pró-Reitoria de Administração da Unesp; José Carlos Peraçoli, vice-diretor da Faculdade de Medicina; Wilson de Mello Junior, vice-diretor do Instituto de Biociências; José Paes de Almeida Nogueira Pinto, diretor da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia e o aluno da primeira turma do curso de Agronomia Walter Cover.

E foi exatamente Cover, um dos integrantes do grupo de vinte alunos excedentes do Concurso de Habilitação da Esalq responsáveis pelo movimento que culminou com a criação do curso de Agronomia da então Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu (FCMBB), que fez o primeiro discurso da solenidade. Ele lembrou a luta daquele período.

“Aquele pequeno grupo de meninos teve que amadurecer rapidamente, imaginar alternativas, buscar alianças, convencer, acreditar, persistir, não esmorecer, agir como um grupo uníssono para concretizar o sonho maior de criação do curso de Agronomia. Mas não estivemos sós. Nunca poderemos esquecer a ajuda de nossos familiares e de alguns bons políticos botucatuenses, da comunidade da cidade e de alguns professores abnegados que se envolveram com esse processo”.

 

Dificuldades

 

Falando em nome dos ex-diretores da FCA, o professor emérito Julio Nakagawa lembrou as dificuldades dos primeiros tempos da Faculdade, especialmente a precariedade das instalações na Fazenda Lageado. “Tudo foi superado pela vontade maior de edificar a nossa FCA. A obra continuou brilhantemente com o passar dos anos e hoje, gloriosa e alegremente, comemoramos nesse belo parque universitário o nosso Jubileu de Ouro”.

O prefeito João Cury Neto falou sobre a importância da FCA para o município. “A história da cidade se confunde com a da Faculdade e de todas as unidades da Unesp. No período em que tenho ocupado a cadeira de prefeito, tivemos com a FCA uma relação muito próxima. É uma parceria permanente. Há uma grande interação da universidade com a cidade e quem ganha com isso é a população. Basta lembrar eu seu lindo campus, a Fazenda Lageado, é um ponto de encontro para todos os botucatuenses. Temos muito a agradecer a FCA”.

Representando o governador Geraldo Alckmin, o secretário de Agricultura Arnaldo Jardim saudou toda a comunidade da FCA, lembrou egressos da Faculdade que ocupam ou ocuparam cargos de destaque em instituições de administração e de pesquisa do Estado e fez questão de entregar uma placa alusiva ao Jubileu de Ouro da instituição.

“O que a aqui se faz na produção do conhecimento, no desenvolvimento das pesquisas, na extensão que é propiciada, orgulha a todos nós. Vocês tem nos ajudado de uma forma muito importante. E, se o conhecimento se faz na jornada, eu sei que ela produziu bons resultados e continuará incorporando novos desafios, atuando em harmonia com a comunidade, para ajudar a desenvolver cada vez mais a agricultura e o estado de São Paulo”.

 

Primeira turma

 

Em sua fala, o professor João Carlos Cury Saad, diretor da FCA, fez questão de homenagear a primeira turma. “Os denominados excedentes da Esalq excederam em coragem e determinação e tornaram-se pedra angular na construção do nosso curso de Agronomia, imprescindíveis para nossa origem”.

E, ao analisar o panorama atual da Faculdade, o professor Saad afirmou: “Somos hoje uma faculdade com excelência em graduação e pós-graduação, instalada na Fazenda Lageado, protagonista na Unesp, atuante em nosso país, interagindo com nossa sociedade e com diversas instituições do mundo. O espírito que nos moveu e continua nos impulsionando é que fazemos com muitas mãos e passamos de mão em mão. Ao analisarmos com cuidado nossa trajetória de 50 anos, verificamos que houve uma linha de condução que nunca sofreu interrupções drásticas ou mudanças bruscas. O interesse coletivo prevaleceu sobre o pessoal”.

O diretor também ressaltou que, ao completar 50 anos, há muito que comemorar e muitos a agradecer. “Somos uma universidade pública e gratuita. Com a imensa responsabilidade de honrar o importo pago pelo trabalhador paulista e de retribuir com excelência em nossas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Ao saudar nossa Congregação quero saudar nossos alunos, nossos docentes e servidores técnico-administrativos, tanto os da ativa como os aposentados. As muitas atividades programadas para o nosso Jubileu de Ouro visam manifestar nossa gratidão por todos aqueles que participaram da nossa história e enraizar o sentimento de pertencer a essa comunidade”.

 

Legado

 

Em sua fala, o professor João Saad também lembrou o legado do professor Elias José Simon. O ex-diretor da FCA, falecido em 2014, foi homenageado pela Congregação e também foi citado no discurso de encerramento da cerimônia, proferido pelo professor Carlos Gamero. “Fui vice-diretor na gestão do Elias. Para defini-lo, a melhor palavra é conciliador”. O professor Gamero também homenageou o comendador Shunji Nishimura. “Foi um dos maiores parceiros que a FCA já teve em toda sua história”.

O pró-reitor de Administração da Unesp e ex-diretor da unidade saudou o empenho da comunidade para a construção da FCA.  Citou que o elevado conceito que a FCA detém é fruto de muito trabalho e dedicação de todos, servidores docentes e técnico-administrativos, aposentados e na ativa.

“Assim como dos alunos de graduação e pós-graduação que aqui passaram ao longo desses 50 anos. Temos uma história de gente guerreira que conseguiu se impor pela competência, empreendedorismo e força de vontade para derrubar barreiras e dificuldades. A participação da comunidade universitária da FCA, em todas as fases do seu processo de crescimento, com qualidade e modernização, foi de fundamental importância para que seus objetivos fossem alcançados”.

 

Infraestrutura

 

O professor Gamero ressaltou a ótima infraestrutura instalada na FCA para atendimento das atividades do ensino e da pesquisa. Enfatizou que a Faculdade é rica em laboratórios de última geração, fruto não apenas de investimentos da própria universidade, mas na capacidade de seu corpo docente na elaboração de projetos de pesquisa de ponta e, consequente, na obtenção de recursos financeiros junto às agências de fomento.

“Isso obviamente reflete na qualidade do que é retornado para a sociedade na forma de profissionais competentes e de resultados de pesquisa que impactam positivamente no agronegócio nacional”.

Antes de encerrar, o professor Gamero pediu aplausos para os representantes da primeira turma de Agronomia presentes ao evento. “Parabéns por acreditarem. A semente que vocês plantaram germinou, floresceu, frutificou e resultou na gloriosa Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp”.

Durante a solenidade também aconteceram apresentações musicais com o Trio de Violões do Instituto de Artes da Unesp e com os ex-alunos da FCA Rogério Germino e Elizana Baldissera, formados em Agronomia no ano de 2001. A Faculdade também recebeu moção de congratulações da Câmara Municipal de Botucatu, representada pelos vereadores André Rogério  Barbosa – Curumim, Luiz Fontes – Fontão e  Lelo Pagani.

 

Livro

 

Antes do início da solenidade, aconteceu a cerimônia de lançamento do livro “O Conhecimento é uma jornada – FCA/Unesp – 50 anos”, com a presença de muitos representantes da comunidade. Como coordenador da Comissão Editorial, o professor Roberto Lyra Villas Boas, falou sobre a publicação.

“No livro, há destaque para fatos, obras e conquistas. Não apenas na fase inicial, mas ao longo desses 50 anos, indicando que as escolhas das direções e o rumo tomado pela Faculdade foram uma continuidade de ações que não eram interrompidas a cada administração, mas sim, complementadas”.

Os professores Edson Luiz Furtado, diretor-presidente da Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf) e João Carlos Cury Saad, diretor da FCA, também fizeram uso da palavra para agradecer a equipe que trabalhou no livro, parceiros e patrocinadores, especialmente à família Nishimura, representantes da empresa Jacto e Fundação Shunji Nishimura de Tecnologia. “Nossa gratidão à família Nishimura pelo apoio a este projeto e à parceria fiel e contínua”, disse o diretor da FCA. Á noite, na sede da Fepaf, aconteceu o coquetel e sessão de autógrafos do livro “O Conhecimento é uma Jornada – FCA/Unesp – 50 anos”.

 

Fotos: Setor de Fotografia da Administração Geral do Câmpus de Botucatu