Sebrae-SP forma primeira turma do Projeto Super MEI em Botucatu

Dezenove mulheres fizeram o curso de design de sobrancelhas no Senac

sebrae-mei-2 Dezenove mulheres fizeram parte da primeira turma do programa Super MEI, em Botucatu. O curso de design de sobrancelhas ocorreu de 23 de setembro a 3 de outubro, no Senac. O programa do Sebrae-SP é voltado para Microempreendedores Individuais (MEIs) e oferece cursos gratuitos de capacitação. O próximo curso em Botucatu será de make e hair para eventos, em novembro.

O Super MEI inclui aulas de formação técnica e ainda dois cursos do Sebrae, as oficinas SEI Controlar e SEI Vender. Em Botucatu, as oficinas foram ministradas pelo analista de negócios do Sebrae-SP, Victor Eburneo. “Além da parte técnica, as alunas também aprendem a parte da gestão. Estamos muito satisfeitos com o resultado da primeira turma, no último dia do curso tivemos relatos de alunas que já começaram a colocar em prática as técnicas aprendidas, aumentando inclusive seu faturamento”, afirma.

sebrae-mei-1A maioria das alunas da primeira turma em Botucatu já atua na área, como a dona do salão que leva seu nome, Mirela Bruder. “Já trabalho na área e fui lá para complementar o conhecimento. Sou cabeleireira e só tirava sobrancelha. Agora aprendi as técnicas de design e já estou aplicando no salão”, afirma. Durante o curso, as participantes também receberam um kit para aplicação das técnicas que custa em torno de R$ 200.

Em todo o Estado, são 50 mil vagas gratuitas em mais de 200 cursos. Para participar, é preciso acessar o site supermei.sebraesp.com.br, pela Central de Atendimento 0800 570 0800 ou pelo Escritório do Sebrae-SP via telefone (14) 3811-1710 ou no local, na Rua Dr Costa Leite, 1570, Centro. Em Botucatu, o Sebrae-SP mantém uma parceria com a Prefeitura e também recebe as inscrições via Sala do Empreendedor, localizada na Rua Cardoso de Almeida, 1001, Centro.

No site do Super MEI, o empreendedor deve assinalar a área de interesse a partir das opções oferecidas em sua região. A partir da demanda, o Sebrae-SP vai convocar os inscritos para formar turmas de 16 a 20 pessoas para dar início aos cursos.

O MEI é o indivíduo que trabalha por conta própria e se legaliza como pequeno empresário, desde que seu faturamento seja de, no máximo, R$ 60 mil por ano. O MEI tem registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), que facilita a abertura de conta bancária, pedido de empréstimos e emissão de nota fiscal. É integrante do Simples Nacional e paga apenas um valor fixo mensal de até R$ 50, dependendo da atividade. Assim, ele também tem direito aos direitos da Previdência Social como salário maternidade e auxílio-doença.