São Manuel é destaque na festa de Corpus Christi; em Botucatu comemorações foram pontuais

Fotos: Mobi Drone

 

VEJA REPORTAGEM DA TV ACONTECE:

 

A cidade de São Manuel realizou no feriado de quinta-feira,26, a 68ª edição da Festa do Corpus Christi. A tradição preservada há décadas, atrai fieis de todo o País. Segundo a organização do evento 30 mil pessoas prestigiaram os enfeites. Boa parte desse público ainda participou das missas e da procissão.

Os trabalhos, feitos voluntariamente pelas equipes, são todos artesanais. Com o objetivo de descobrir futuros artistas, este ano os desenhos foram desenvolvidos por alunos das redes Municipal, Estadual e particular de ensino.

“Os desenhos passaram por um processo seletivo, e através de um consenso escolhemos os que mais se destacaram de cada grupo e se adequaram ao tema”, disse Luciano Giacóia, Diretor Municipal de Educação.

O tema base da Campanha da Fraternidade ecumênica 2016, “Casa comum, nossa responsabilidade” serviu de inspiração para a criação dos altares e dos tapetes feitos de bagaço de cana e sal tingidos. Já os títulos dos trabalhos foram tirados dos escritos de São Francisco de Assis.

“Nos escritos de São Francisco encontramos o Cântico das Criaturas, onde o santo faz um agradecimento a Deus pela criação da natureza e tudo o que nela contém”, comentou Rubens de Camargo, coordenador dos enfeites.

As passadeiras, seis no total, trazem desenhos de seres vivos, alimentos, e objetos também relacionados à campanha.

“Todo o trabalho de preparo do material e a confecção dos enfeites são feitos com a colaboração da população, isso torna a nossa festa mais especial”, elogiou o Prefeito Marcos Monti. “Os preparativos começam bem antes, com a escolha do tema, desenhos e materiais que serão utilizados”, finalizou Monti.

Nas semanas que antecedem o Corpus Christi, as equipes responsáveis pelos tapetes e passadeiras fazem o tingimento do material. “Neste ano as flores, tampinhas de garrafas, conhecidas na cidade como guinguins, pó de café, areia, argila, madeira, pó de borracha e calcário deram espaço para o bagaço de cana e sal”, relatou o diretor de esportes e turismo Zigomar Augusto.

Desde 2013 a procissão acontece na Rua 7 de Setembro, nos quarteirões entre o Santuário de Santa Teresinha e a Igreja Matriz de São Manuel. Essa mudança agradou moradores e a população. No estacionamento da praça do Santuário é montada uma praça de alimentação, com espaços destinados a barracas de entidades assistenciais do município.

 

Fotos: André Godinho

 

Em Botucatu

Em Botucatu algumas paróquias enfeitaram as ruas em volta das igrejas. No bairro Lavapés, os fiéis da igreja Santa Terezinha capricharam. Usando bagaço de cana triturado e sal, algumas quadras receberam os enfeites e dois altares foram montados para as orações. O pátio da igreja também foi enfeitado. Uma missa foi celebrada durante a tarde e em seguida os participantes fizeram a procissão sobre os tapetes.

No Jardim Brasil a Paróquia sagrada família, do pároco Ludovico Lara de Camargo, também organizou a pintura do chão e procissão, tudo nas dependências da própria igreja. Os enfeites foram feitos pelos frequentadores da paróquia.

 

Tradição nacional

Uma das festas mais tradicionais do catolicismo, o Corpus Christi não é celebrado em um dia específico. Tradicionalmente o Corpus Christi acontece na primeira quinta-feira depois do domingo da Santíssima Trindade ou 60 dias após o domingo de Páscoa.

O termo Corpus Christi vem do latim e significa Corpo de Cristo, de modo que a festa instituída pelo Papa Urbano IV no século XIII propõe-se a celebrar a Eucaristia, ou seja, a presença simbólica do corpo de Cristo na hóstia.

A hóstia é uma espécie de pastilha feita de pão, que é entregue no ponto máximo da missa católica a todo o fiel que já fez a Primeira Comunhão.

A Primeira Comunhão, ou Eucaristia, é um rito de passagem ou Sacramento pelo qual passa o jovem católico, após alguns anos de catequese, onde aprende valores cristãos como amor e caridade, conhece o significado dos símbolos católicos como a cruz, a Páscoa e o Corpus Christi e estuda a bíblia.

Após esse rito diz-se que o jovem está pronto para receber o mistério da eucaristia, ou o Corpo de Cristo. Assim, Corpus Christi faz alusão às palavras de Cristo na última ceia, que dividindo o pão e o vinho com seus discípulos, diz serem esses seu corpo e seu sangue. A festa de Corpus Christi celebra a presença do Corpo de Cristo em toda hóstia, em toda missa, no momento da Eucaristia.

Corpus Christi trata-se, portanto, de uma festa católica e em seu dia tradicionalmente temos um feriado nacional. Contudo, Corpus Christi não é feriado nacional, é na verdade, de acordo com as leis do país, um ponto facultativo.

No Brasil o dia de Corpus Christi é marcado pela confecção de tapetes em diversas cidades do país pelas ruas onde passa a procissão de Corpus Christi. Tapetes feitos de serragem colorida, areia, farinha entre outros materiais trazem temas cristãos, bíblicos e retratam especialmente a Eucaristia.