Rio Bonito já conta com torre de celular em funcionamento

No ranking que mede as linhas de celular disponíveis por habitante no Brasil, a região de Botucatu (DDD 14) ocupa posição de destaque com 1,23 linha por habitante. Apesar disso, ainda existem localidades que sofrem com a estrutura precária ou nenhum acesso ? telefonia celular.

Um problema antigo dos moradores e rancheiros do Rio Bonito Campo e Náutica foi solucionado: a instalação dos equipamentos na Torre já existente de telefonia celular. Essa benfeitoria era necessária, pois naquela região do Município era impraticável se comunicar através do celular.

No ano passado, moradores e rancheiros daquela localidade encaminharam ? Secretaria de Segurança Pública e Defesa Civil um abaixo assinado contendo 1.035 assinaturas de pessoas solicitando apoio para colocar a torre em operação. Esse documento foi encaminhado ? s operadoras e uma delas mostrou interesse na instalação.

“Numa reunião com o prefeito João Cury, moradores e rancheiros fizeram uma série de reivindicações e entre elas estava a instalação dessa torre”, comenta o coordenador de Defesa Civil, Domingos Chavari Neto, que esta semana esteve no local acompanhado do secretário de Segurança Pública, delegado Adjair de Campos.

Para Chavari, a instalação dos equipamentos na torre é muito importante para melhorar a comunicação de quem mora ou de quem passa suas horas de lazer no Rio Bonito que é um dos principais pontos turísticos de Botucatu e recebe um grande número de pessoas. “Na verdade, o celular deixou de ser um artigo de luxo ou de uso de empresários e profissionais liberais. Hoje ele faz parte da vida do cidadão comum”, ressaltou Chavari.

Adjair de Campos diz que com o celular um cidadão que esteja no Rio Bonito agora vai poder acionar, por exemplo, o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), solicitar especialistas para outros serviços, ou mesmo denunciar um crime que, por ventura, esteja acontecendo. “Então, o telefone celular nos dias de hoje é de grande serventia não só para comodidade como para a segurança do cidadão”, disse o secretário de Segurança Pública.

{n}Operadora Vivo{/n}

O prefeito João Cury Neto participou ativamente dessa conquista e trabalhou pelo atendimento dessa demanda da comunidade. Por meio dos ofícios 270/2009 e 271/2009 foram iniciados os contatos com a operadora Vivo, solicitando providências no sentido de instalar torres da repetidora GSM no Rio Bonito, Bairro da Mina, Porto Said e no Distrito de Vitoriana.

Cury decidiu ir até São Paulo para discutir o problema pessoalmente com membros da diretoria da operadora Vivo. Por meio da apresentação de dados que comprovavam a necessidade de atendimento ? grande demanda, conseguiu convencê-los a verificar a situação de perto. Técnicos da empresa estiveram em Botucatu e discutiram com o secretário municipal de Planejamento, Carlos Eduardo Colenci, as condições técnicas para iniciar um processo gradual de implantação da telefonia celular móvel na região apontada como prioritária pela prefeitura.

E na última terça-feira (17), a notícia que todos esperavam se confirmou, com a chegada do sinal para os moradores, rancheiros e frequentadores do Rio Bonito. “Os técnicos utilizaram uma torre que já existia, substituindo os equipamentos analógicos por digitais. O sinal é excelente”, informa o subprefeito de Vitoriana, Márcio Roberto dos Santos. A partir de agora, os portadores de celulares da operadora Vivo poderão se comunicar com o mundo a partir do Rio Bonito. “É realmente um grande avanço. Inclusive permitindo o acesso ? internet a partir do celular”, destaca Colenci.

O prefeito João Cury comemora a conquista para os moradores e freqüentadores do Rio Bonito e informa que já existem estudos adiantados por parte da empresa para levar o mesmo serviço para Vitoriana e o bairro da Mina.

“Um grande governo também se faz com ações aparentemente simples. Apesar de ser um problema onde a solução depende da iniciativa privada, a Prefeitura não pode assumir posição de arquibancada. Fomos pró-ativos e demonstramos ? empresa que a demanda justificava o investimento. Imagina a dificuldade de um morador do Rio Bonito, que não tem telefone fixo, no caso de necessitar de uma ambulância. Essa é uma ação que traz conforto e aproxima as pessoas. Estamos felizes por cumprir mais um compromisso assumido com a população”, declarou.