Projeto Mulher Feliz se destaca em evento de dança internacional

Dançarinas apoiadas pela Famesp se destacaram em Conferência Mundial de Dança, realizada em Buenos Aires, que contou com participação de 10 países. No último dia 9 de outubro, as alunas do Projeto Mulher Feliz, de dança do ventre, representaram com excelência a Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp), mantenedora da iniciativa, na Conferência Mundial de Profissionais de Dança, realizada na cidade argentina de Buenos Aires.

imagem_release_776548Ao todo, dez alunas do projeto que participaram do evento têm ou já foram diagnosticadas com algum tipo de câncer. Mesmo com as dificuldades da luta contra a doença, elas encontraram na dança do ventre uma forma de levar beleza, encanto e alegria as suas apresentações e para suas próprias rotinas.

Em meio a dez países participantes, o projeto botucatuense se destacou, trazendo para casa o principal troféu da competição, conquista considerada inesquecível tanto para as dançarinas, quanto para a professora de dança Sonia Suhayla.  “Foi uma experiência fantástica, única. Fomos o único grupo de dança aplaudido pela plateia e pelo júri em pé. Isso é muito gratificante para mim e principalmente para as mulheres que realizaram a apresentação. Pude ver nos olhos de cada uma a alegria de vencer qualquer impossibilidade e a sensibilização dos espectadores”, compartilha Sônia.

Mais apresentações

E a participação em grandes eventos não cessou por aí. O Projeto Mulher Feliz teve dois importantes momentos de visibilidade no último sábado, dia 15. Foi ao ar a gravação do programa Revista de Sábado, na TV TEM, referente a campanha “Outubro Rosa”, que faz alusão ao combate ao câncer de mama, com a participação do grupo. À noite, o grupo de dançarinas se apresentou no show de gala do Festival Interamericano de Danças Árabes, na cidade de Bauru, evento que atua como seletiva para a Conferência Mundial do próximo ano.

O Projeto Mulher Feliz foi criado em 2013, juntamente com a inauguração do Núcleo Assistencial “Prof. Dr. Pasqual Barretti” – unidade da Famesp sediada no Distrito de Rubião Júnior. Inicialmente, o projeto previa acolher apenas mulheres em tratamento de câncer de mama no Hospital das Clínicas de Botucatu (HCFMB).  Hoje, a iniciativa atende cerca de 20 mulheres e proporciona a elas, além do resgate da autoestima, uma melhor qualidade de vida por meio de várias atividades, como aulas de dança do ventre, oficinas de arte, aulas de relaxamento e alongamento.