Professor receberá prêmios do CIEE e Estadão

Willian Saad Hossne, professor emérito da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), foi eleito, dia 30 de agosto, para receber o título o Professor Emérito 2013, juntamente com o troféu Guerreiro da Educação Ruy Mesquita, que deverão ser entregues dia 15 de outubro, em solenidade a ser realizada no Teatro CIEE, em São Paulo – Capital. Hossne é reconhecido por sua atuação numa área interdisciplinar, que reúne a biologia, as ciências da saúde, a filosofia e o direito, e estuda a ética em pesquisas puras ou aplicadas, que envolvem a vida humana e animal.

Autor de uma obra de referência sobre o assunto, ‘Experimentação em seres humanos’, professor Saad tem no seu currículo, além da sua experiência como professor da FMB/Unesp, a participação na fundação da Sociedade Brasileira de Bioética e um papel fundamental na criação da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) que, coordenada por ele entre 1996 e 2007, organizou um sistema de monitoramento da ética na pesquisa a que estão ligados mais de 600 comitês de hospitais e universidades em todo o país. Porém, mesmo antes de se dedicar ? bioética, o professor, nascido na Capital paulista em 1927, tinha uma extensa carreira de médico, pesquisador e gestor em ciência e tecnologia.

Cirurgião gastroenterologista formado pela Faculdade de Medicina da USP foi um dos fundadores, em 1962, da Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu. Também foi reitor da Universidade Federal de São Carlos, de 1979 a 1983; e participou da criação da Fapesp, tornando-se o segundo diretor científico da Fundação, entre 1964 e 1967, função que voltou a desempenhar entre 1975 e 1979. Hoje, aos 86 anos, continua na ativa, como coordenador do curso de pós-graduação em bioética no Centro Universitário São Camilo, na capital paulista.

{n}Sobre os prêmios{/n}

Uma iniciativa do CIEE em parceria com o jornal O Estado de S.Paulo, o prêmio Professor Emérito – Troféu Guerreiro da Educação Ruy Mesquita é concedido anualmente a um educador que tenha prestado contribuição destacada ao ensino e ao desenvolvimento em áreas relevantes do conhecimento. O homenageado é escolhido a partir de uma lista de nomes sugeridos num processo aberto, do qual participam conselheiros do CIEE, integrantes do jornal, Professores Eméritos anteriores e personalidades dos mundos acadêmico e empresarial.

“Trata-se de uma justa homenagem ? figura hoje insuficientemente lembrada do educador”, afirma Ruy Martins Altenfelder Silva, presidente do Conselho de Administração do CIEE e da comissão julgadora do prêmio. “Para reforçar o reconhecimento, a entrega da láurea e do troféu ocorre exatamente no Dia do Professor, uma data quase esquecida no calendário das comemorações nacionais”, conclui.

Para a diretora da FMB/Unesp, professora Silvana Artioli Schellini, mais esse reconhecimento ao professor Saad é “merecido”. “Nosso querido Professor sempre foi dedicado, inovador, correto. Um homem a frente do seu próprio tempo, que decidiu se mudar para uma cidade do interior, em pleno vigor de seu conhecimento científico, para nos brindar com a criação e estruturação de nossa instituição, juntamente com os outros professores pioneiros”, desta.

Ainda de acordo com a dirigente, através dos seus feitos e das honrarias que merecidamente recebeu, professor Saad elevou o nome da FMB, por isso a escola, hoje, o reverencia. “Considero a honraria que o Professor Saad logo receberá, mais um presente para a Faculdade de Medicina de Botucatu, no ano do nosso cinqüentenário”, acrescenta.

Na opinião do professor Julio Cezar Durigan, reitor da Unesp, essa trajetória torna o professor Saad merecedor do título de professor Emérito 2013 e do troféu Guerreiro da Educação Ruy Mesquita. “Todo esse histórico o torna um exemplo de educador, pesquisador e gestor a ser admirado pelos atuais estudantes e pelas gerações futuras de profissionais envolvidos com a Bioética, a Medicina e a formação de futuros profissionais em todas as áreas do conhecimento”, frisa.