Presidente do TJ de São Paulo é “Cidadão Botucatuense”

Fotos: Luiz Fernando

?

O Salão do Júri do Fórum de Botucatu foi o palco escolhido pela Câmara Municipal de Botucatu homenagear na manhã desta sexta-feira, o desembargador José Renato Nalini, atual presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Durante a cerimônia, a autoridade recebeu os títulos de Cidadão Botucatuense e também de sócio honorário da Academia Botucatuense de Letras. A sessão solene foi marcada por muita emoção por parte do homenageado.

A série de homenagens começou logo cedo, com uma missa celebrada na Cripta da Catedral Metropolitana de Botucatu, lugar onde de acordo com o desembargador, lhe trouxe muita emoção. “É o lugar onde está sepultado Dom Antônio Maria Mucciolo, que foi uma das minhas referências nos ensinamentos religiosos, portanto, estar próximo dele me trouxe bastante paz e tranquilidade”, comentou.

Já no Fórum, a sessão solene contou com a presença de inúmeras autoridades do meio jurídico de Botucatu e região. Pela Câmara Municipal, além de diversos funcionários da parte administrativa, que organizaram a Sessão, estavam presentes os vereadores Reinaldinho, Lelo Pagani, Rose Ielo, Carlos Trigo, João Elias, Curumim, Valmir Reis e Fernando Carmoni, além do presidente Carreira.

O titulo de Cidadão Botucatuense entregue ao desembargador foi proposto pelo vereador Lelo Pagani (PT), autor do projeto que homenageia Nalini. Para Pagani, a homenagem é justa para uma autoridade que possui estreitos laços com Botucatu e que já ajudou no desenvolvimento do judiciário local. “Sabemos do empenho do Dr. Nalini em diversas questões e sabemos que ele sempre foi muito justo com a Comarca de Botucatu desde quando ainda exercia a função de corregedor geral”, comentou.

Muito emocionado com todas as homenagens recebidas, o presidente do Tribunal fez um discurso de deixar qualquer botucatuense encantado. Demonstrando muito conhecimento sobre a cidade, fez questão de citar por diversas vezes, passagens de autores botucatuenses como Francisco Marins e Hernani Donato. Humilde, afirmou não ser merecedor de tal honraria, mas que iria levar com muito orgulho todos os momentos vividos por ele em Botucatu.

Além das homenagens prestadas pela Câmara Municipal e pelo prefeito João Cury, o presidente do Tribunal também foi homenageado em um discurso feito pelo escritor Fernando Marins, amigo íntimo de Nalini já que ambos pertencem a Academia Paulista de Letras. Marins inclusive conseguiu tirar lágrimas do presidente em diversos momentos de sua fala, quando o colocou como grande autoridade estadual e grande escritor.?

?