Presidente determina salário mínimo em R$ 678,00

Depois de o projeto ser votado e aprovado no Congresso Nacional, a presidente do Brasil Dilma Rousseff fixou o salário mínimo em R$ 678,00 a partir de 1º de janeiro de 2013. O reajuste será de 9% sobre os atuais R$ 622,00. A notícia foi dada pela ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. Segundo ela, o aumento reconhece o esforço de todos os trabalhadores para os resultados do país nas áreas econômicas e social.

A previsão inicial era de que o mínimo chegasse a R$ 670,95, conforme proposta encaminhada ao Congresso pelo Ministério do Planejamento, baseada em uma inflação em 2012 de 5,65%. Deputados e senadores decidiram, porém, elevar o piso salarial para R$ 674,96. Mas com a alta maior do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), usado como referência para o reajuste – algo como 6% – o Palácio do Planalto optou por elevar a quantia e dar um agrado aos trabalhadores.

O decreto sacramentando o mínimo de R$ 678,00 foi publicado nesta quarta-feira (26) no Diário Oficial da União (DOU). O novo valor foi selado na segunda-feira (24) pela presidente Dilma em reunião no Planalto com vários ministros.

“Na verdade, é um bom anúncio de final de ano para o trabalhador. Reconhecendo o esforço que todos os trabalhadores fizeram e o resultado que o país teve neste ano. As medidas vão ser publicadas no Diário Oficial desta quarta-feira, mas a presidente fez muita questão que isso fosse divulgado hoje (segunda-feira)”, afirmou a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffman.