Prêmio Mulher de Negócios entra na sua 10ª edição

A mulher moderna que concilia a gestão da própria empresa com a rotina familiar tem a chance de ter sua história de vida reconhecida na 10ª edição do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, que tem inscrições abertas até 16 de agosto. As interessadas podem se inscrever pelo site www.mulherdenegocios.sebrae.com.br ou nos escritórios regionais do Sebrae-SP em todo Estado de São Paulo.

O prêmio identifica e premia relatos inspiradores de empreendedoras que transformaram seus sonhos em realidade e hoje são exemplos para outras mulheres. São premiadas profissionais nas categorias “Pequenos Negócios”, “Produtora Rural” e “Microempreendedora Individual”.

“O prêmio é o reconhecimento ao esforço de mulheres batalhadoras que construíram uma trajetória de sucesso e que incentivam outras profissionais a empreenderem, promovendo a igualdade no mercado de trabalho”, afirma Bruno Caetano, diretor superintendente do Sebrae-SP.

As vencedoras estaduais de cada categoria recebem troféu, certificado, selo de premiação e curso de empreendedorismo e disputam a etapa nacional em Brasília. Na etapa nacional, a campeã de cada categoria ganha uma viagem internacional a um país que se relaciona ? área de atuação da empreendedora.

O prêmio é uma parceira do Sebrae, a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), Federação das Associações de Mulheres de Negócios e Profissionais do Brasil (BPW) e Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). O Sebrae-SP em Botucatu está localizado na Rua Dr Costa Leite, nº 1570. Contatos podem ser feitos pelo telefone (14) 3815-9020 ou pelo email: erbotucatu@sebraesp.com.br.

{n}Botucatu já foi vencedora{/n}

As mulheres empreendedoras dos 18 municípios sob abrangência do Escritório Regional do Sebrae-SP em Botucatu têm se destacado como finalistas em diversas edições do prêmio. Um desses exemplos é o da empreendedora Branca Lúcia Neiva de Carvalho e Silva, que venceu a etapa estadual em 2012.

Aos 85 anos, ela é uma das empreendedoras mais ativas da região. É uma das criadoras da Associação da Promoção Humana, sediada em Botucatu, que trabalhava com projetos ligados ? educação e geração de renda. Foi uma das fundadoras da Creche Criança Feliz, no Jardim Peabiru. Também atuou na formação do Banco de Remédios da cidade.

Desde 1994 consolidou a cooperativa Arte Ofício, que objetiva capacitar e propiciar a geração de renda e desenvolvimento de mulheres em precárias condições socioeconômicas. Também foram destaques nos anos anteriores as empresárias Luciane Somera (finalista do prêmio em 2010), Aparecida Carmona (vice-campeã estadual em 2010) e Isabel Coneglian, que ficou com a terceira colocação na fase paulista do prêmio, em 2009.