Prefeitura aciona empresa que provocou erosão

Após reunião emergencial realizada na manhã desta terça-feira (15) no gabinete do prefeito João Cury Neto, a Prefeitura de Botucatu, através da Copel (Comissão Permanente de Licitações) decidiu notificar a empresa Digna – Construções Ltda. para providenciar os reparos necessários no sistema de dissipação de água pluviais que foi danificado e contribuiu para o surgimento de uma grande erosão nas imediações da Rua Brasílio Panhozzi, região da Vila Paulista.

O problema foi discutido em conjunto por técnicos das secretarias de Obras e Planejamento. Em 2010, a empresa venceu processo licitatório para executar as obras de construção de 721 metros de galerias pluviais na Avenida Deputado Dante Delmanto, com a finalidade de facilitar o escoamento das águas das chuvas, que provocavam alagamentos em trechos da via.

“Pudemos verificar que o problema surgido nas imediações da Rua Brasílio Panhozzi tem relação com as obras de dissipação de águas da Dante Delmanto. Como a obra ainda está na garantia é nosso dever acionar a empresa para que realize os serviços necessários a fim de reparar os danos causados. A força das águas foi solapando o terreno por baixo e contribuiu para a destruição de parte do aterro. O agravante é que o solo é fraco e no passado havia um depósito de entulho no local”, informa o secretário municipal de Planejamento, Carlos Eduardo Colenci.

Essa erosão de, aproximadamente, 10 metros de altura 40 metros de cumprimento, formou-se em um trecho da Rua Brasilio Panhozi, região do Jardim Eldorado, paralela a Avenida Dante Delmanto. A erosão já atingiu a calçada e uma área de asfalto de mais ou menos cinco metros da rua. Para evitar acidentes foi necessário fazer um cordão de isolamento para alertar os transeuntes evitando que caiam no buraco.