Piloto de Botucatu sofre acidente no GP de Mônaco

Um final de semana em Mônaco para esquecer. É assim que está o pensamento da equipe Ferrari e dos familiares do piloto de Botucatu, Felipe Massa, que sofreu um acidente nos treinos classificatórios de sábado que o levou a largar na última colocação do grid (22º lugar).

Não bastasse largar numa situação adversa em que seria necessário muito empenho e determinação para tentar chegar na zona de pontuação (até o 10º lugar) Massa sofreu novo acidente na 30ª volta da disputa. A batida foi, praticamente, uma repetição da que o brasileiro teve no treino livre de sábado, que impossibilitou sua participação na tomada de tempos classificatória.

Massa perdeu o controle de sua Ferrari na freada de Sainte Devote e acertou o guard rail com força frontalmente, deslizando pela pista e se chocando novamente com a proteção. Ao contrário de sábado, no entanto, a batida deste domingo inspirou maiores preocupações ao time médico da Fórmula 1.

Aparentemente com dores na região cervical, o piloto brasileiro passou pelo primeiro atendimento ainda ao lado da pista e foi encaminhado posteriormente ao centro médico da F-1. O acidente de Felipe Massa causou a entrada do safety car no GP de Mônaco. Logo após Massa ser sido retirado da pista sua esposa, Raffaela Massa tranquilizou os fãs dizendo ? reportagem da TV Globo que Felipe Massa está bem, não ficou inconsciente em nenhum momento e fez exames no hospital apenas por precaução.

O GP de Mônaco foi vencido pelo piloto alemão Nico Rosberg, (Mercedes); seguido do também alemão Sebastian Vettel (Red Bull-Renault); austríaco Mark Webber (Red Bull-Renault), inglês Lewis Hamilton (Mercedes); mexicano Sergio Pérez (McLaren-Mercedes) e o alemão Adrian Sutil (Force India-Mercedes). O companheiro de Felipe Massa, na Ferrari, espanhol Fernando Alonso, terminou na sétima colocação.

Foto: Divulgação