Pesquisa aponta percentual de acidentes com ciclistas

A concessionária Rodovias do Tietê registrou que 80% dos acidentes em estradas envolvendo ciclistas ocorreram após o anoitecer. Apesar do uso da rodovia não ser indicado pelos especialistas em segurança de trânsito, muitos ciclistas utilizam a via para se deslocarem no dia-a-dia e também para a prática esportiva, seja por falta de opção ou por facilidade de acesso. Nesses casos, os ciclistas precisam redobrar sua atenção e evitar o trânsito à noite. 

A concessionária é responsável pela manutenção e operação de 406 quilômetros de rodovias: rodovia Marechal Rondon (SP 300), rodovia Professor João Hipólito Martins (SP 209), rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP 101), rodovia Dr. João José Rodrigues (SP 113) e rodovia Comendador Mário Dedini (SP 308). Em casos de emergência no trecho, os usuários podem entrar em contato com o Centro de Controle Operacional pelo 0800 770 3322. Visite o site da empresa: www.rodoviasdotiete.com.br.

Estatísticas apontam que de janeiro a abril de 2014, no trecho da concessionária, foram registrados 10 acidentes envolvendo ciclistas, com 11 vítimas, sendo duas fatais. Das fatais, uma vítima era o condutor da bicicleta e a outra estava na garupa. Os acidentes mais frequentes com ciclistas são colisões traseiras e atropelamentos. “O ciclista precisa se preocupar em ser visto pelos motoristas”, afirma o gerente de Operações da empresa, Orlando Garcia.

 

Dicas de segurança

 

– Sempre utilizar equipamentos de segurança: capacete, luvas, óculos e sinalizadores na bicicleta

 – Não pedalar à noite sem o uso de lanternas, faróis e equipamentos com refletores em roupas e rodas

 – Utilizar adesivos refletores nas roupas para chamar a atenção dos motoristas.

 – Usar roupas claras, principalmente à noite, para ficar mais visível ao motorista

– Não andar na contramão, a bicicleta deve seguir sempre o fluxo dos veículos

– Não andar na faixa esquerda, destinada aos veículos que trafegam em velocidade mais alta

– Utilizar sempre o acostamento

– Se precisar cruzar a rodovia, fazer a travessia  pela passarela

– Evitar o uso de fones de ouvido, que pode abafar o som de algum veículo se aproximando

– Nunca pedalar lado a lado com o outro ciclista

– Sinalizar com as mãos o que você vai fazer assim o motorista pode antecipar seus movimentos

– Atenção ao trânsito: em rodovias de mão dupla uma simples ultrapassagem de veículos na direção contrária pode gerar risco ao ciclista

– Tempo chuvoso torna o asfalto escorregadio

 – Não transportar pessoas fora da garupa ou assento especial, essa prática aumenta a possibilidade de perda de controle e queda