Paixão de Jesus encenada pela Pastoral da Vila Aparecida

Um grande número de pessoas prestigiou a Pastoral da Juventude, da Igreja Matriz de Vila Aparecida – Juvila, que na noite desta sexta-feira (22) realizou encenação da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. Os 24 jovens (entre atores e atrizes) da Pastoral foram dirigidos por Davi Franque que realizou o trabalho se baseando em interpretações do Evangelho. A encenação foi realizada no estacionamento da igreja.

A expectativa de Franque em dirigir uma encenação narrando um dos momentos mais importantes da história da humanidade revivendo as últimas horas de Jesus Cristo em vida terrena antes de ele ser crucificado, foi atingida.

A encenação mostrou os momentos da Santa Ceia quando Jesus abençoa e reparte o pão e o vinho com seus discípulos e relata que um deles irá traí-lo. Vira-se para Judas e diz: “Faz o que tem que ser feito”. Judas saí para consolidar sua traição. Outro momento foi quando o Apóstolo Pedro garante que jamais iria abandonar Jesus. “Pedro, antes que o galo cante, você irá me negar por três vezes”, foi a resposta de Jesus.

Jesus é preso no Monte das Oliveiras por soldados romanos e depois é narrada sua presença no tribunal de Pilatos, recebendo a sentença de morte. E foi ali que começa o seu martírio. É açoitado, recebe uma coroa de espinhos e caminha para o local de sua crucificação.

É crucificado no Calvário e fica em meio a dois ladrões. “Pai perdoai-os, eles não sabem o que fazem”, disse Jesus na cruz se referindo para aqueles que o haviam humilhado, espancado e crucificado. O diálogo entre os dois ladrões também é o momento marcante da Paixão de Jesus. Um blasfema e o outro acredita que estava diante de Deus. “Senhor lembra-te de mim quando estiveres no Paraíso”. Jesus responde: “Te asseguro que ainda hoje estarás comigo no Paraíso”.

Depois, Jesus extenuado e sem poder respirar, ainda encontra forças para mostrar sua comunhão com Deus. “Tudo está consumado! Pai, em vossas mãos entrego meu espírito”. Foram suas últimas palavras. Dobra sua cabeça e morre. Retirado da cruz, seu corpo é entregue ? sua mãe Maria.

Fotos: David Devidé