ONG SOS Cuesta promove cerimônia de encerramento do projeto Cascata Realiza

 

SOS-CUESTANa próxima quinta-feira, 11, às 19h30, no Luz Tropical Festas e Eventos, a ONG SOS Cuesta realizará cerimônia de encerramento do projeto Cascata Realiza e apresentação das principais ações desenvolvidas em Botucatu. Na ocasião, além de um vídeo institucional, também será anunciada aos presentes a criação do Dia do Ribeirão Lavapés.

Em 2014, a ONG SOS Cuesta foi convidada pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, para realizar dez ações propostas no Plano Ambiental, surgindo assim, o projeto “Cascata Realiza: utilização de ferramenta de gestão da microbacia hidrográfica do Córrego da Cascata”. Um dos desafios do projeto foi a constituição de um comitê para gerenciar a Microbacia Hidrográfica do Córrego da Cascata. Diante dos acontecimentos de 2014, relacionados à crise hídrica e ao reenquadramento do Ribeirão Lavapés, a proposta do projeto de constituir um comitê de Microbacia Hidrográfica evoluiu para a constituição do Subcomitê da bacia hidrográfica do Ribeirão Lavapés.

A ONG e parceiros trabalharam intensamente junto ao Comitê de Bacia Hidrográfica dos rios Sorocaba e Médio Tietê (CBH-SMT), defendendo a constituição de uma instância de gerenciamento local do Ribeirão Lavapés, porém, mesmo não havendo qualquer impedimento à criação dos subcomitês, nos termos da atual legislação, o CBH-SMT não se pronunciou oficialmente sobre o assunto.

Dentre as principais realizações do projeto estão: monitoramento da água, por meio de análises físicas, químicas e de vazão; monitoramento do meio social dos setores da microbacia e o levantamento qualitativo da percepção da população em relação a sua qualidade de vida; monitoramento da cobertura florestal, que envolveu o estudo da regeneração natural e das fontes de propágulos, como as chuvas de sementes e sementes dispersas pela fauna; ações de mobilização da sociedade com a reedição da campanha “Chega de Lixo Fora do Lixo” e atividades de educação ambiental não formal com alunos do Projeto Preservando o Futuro, baseadas nos princípios da Permacultura; desassoreamento da represa do Córrego da Cascata e o monitoramento das curvas em nível e da conservação do solo das propriedades da microbacia; recuperação de duas grandes erosões; construção de caixas de retenção de água pluvial em estradas e ruas sem pavimentação asfáltica e a formação de corredores ecológicos, por meio do plantio de 2.300 mudas florestais nativas.

Ainda foram realizadas duas importantes atividades extras: II Encontro de Gestores e a campanha de arborização urbana no Recanto Azul.

4toques-Assessoria de Comunicação e Imprensa