Nova portaria para pedestres entra em atividade na Unesp

Para facilitar a locomoção no campus da Unesp, em Rubião Júnior, já está em atividade a nova portaria para pedestres no antigo acesso pela Rua Antônio Butignolli. A construção foi um investimento conjunto da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), Administração Geral do Campus (AG), Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) e da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp). O espaço prioriza o conforto tanto aos usuários dos serviços oferecidos no local quanto aos portadores de necessidades especiais.

A portaria conta com guarita e rampa para acesso a cadeirantes e pessoas com problemas de locomoção. Ainda está prevista, para os próximos meses, colocação de catracas. O funcionamento em caráter experimental até o final de janeiro, de segunda a sexta-feira, das 8 ? s 18 horas. Também será deslocado um vigia para acompanhamento do fluxo.

Com isso, o antigo acesso de pedestres no campus, próximo ao ponto de ônibus vicinal Raimundo Putty, será fechado. A medida visa garantir maior segurança aos usuários e alunos que se utilizam dos serviços e unidades de ensino existentes no campus, conforme explica Carlos Winckler, diretor administrativo da AG. “Esperamos facilitar o acesso para quem procura a Unesp em Rubião Júnior. Tínhamos uma antiga entrada de pedestres que não era adequada até mesmo a pacientes que se utilizam do Hospital das Clínicas”, explica.

A portaria também deve dinamizar o fluxo de pessoas que procuram as Casas de Apoio ao Hipertenso e ao Transplantado Renal, mantidas pela Famesp e também a Farmácia de Alto Custo, que deixou as dependências do HCFMB para ter novas dependências, com maior capacidade de atendimento.

O campus da Unesp, em Rubião Júnior, conta atualmente com três entradas para pedestres: uma no Instituto de Biociências, pela vicinal Raimundo Putty, ao lado da Base Comunitária da Polícia Militar; o novo acesso pela Rua João Butignolli e pela portaria principal do campus, próximo ? Famesp.

Fonte: Flávio Fogueral
Jornal da FMB