Morte de servidor causa comoção nas redes sociais

Apesar do atendimento rápido feito pelo Corpo de Bombeiros e Samu e ter respondido bem à transfusão de sangue já no PS,  Gilberto não resistiu a uma parada cardiorrespiratória no início da manhã de terça-feira (2), deixando a esposa e duas filhas

 

A morte do servidor municipal, Gilberto Pereira de Souza, o “Betão”, de 48 anos de idade, que  trabalhava como operador de máquinas pesadas da Secretaria de Obras, causou uma grande comoção nas redes sociais e centenas de pessoas se manifestaram lamentado o seu passamento. Também em seu velório no Complexo Funerário Orlando Panhozi um grande número de pessoas marcou presença.  Prefeitura emitiu uma nota oficial lamentando a morte de um de seus servidores.

 

A nota

É com profundo pesar que a Prefeitura de Botucatu informa o falecimento do seu querido servidor, o operador de máquinas pesadas da Secretaria de Obras, Gilberto Pereira de Souza, o “Betão”.

Nesta segunda-feira (1º de fevereiro), ele sofreu um grave acidente junto à motoniveladora que operava, na Estrada Municipal Geraldo Biral. Por motivos ainda serem esclarecidos, a máquina (Caterpillar Patrol 120 B) que ele operava desceu de marcha ré em um trecho de aclive. O veículo capotou e caiu sobre o funcionário que teve seu corpo prensado.

Apesar do atendimento rápido feito pelo Corpo de Bombeiros e SAMU e ter respondido bem à transfusão de sangue já no Pronto Socorro da Unesp, Gilberto não resistiu a uma parada cardiorrespiratória no início da manhã de terça-feira (2). Gilberto tinha 48 anos. Era casado, pai de duas filhas e servidor público municipal há 14 anos.

A Prefeitura de Botucatu, através do prefeito, João Cury, e do secretário de Obras, André Peres, manifesta toda sua gratidão a este incansável trabalhador e parceiro de todas as horas, que enxergava na sua atividade a melhor maneira de contribuir ao desenvolvimento da nossa Cidade. A Prefeitura afirma ainda que tem dado todo suporte e apoio necessários à família.