Morte de pesquisador do Cevap ainda repercute na cidade

A morte deste “corintiano nato”  causou uma verdadeira comoção nas redes sociais com amigos e familiares aturdidos com a notícia de seu passamento

 

A família de Airton Lourenço Júnior agradece as manifestações de solidariedade, carinho e pesar, prestadas neste difícil momento, e convida a todos para participarem da Missa de Sétimo Dia, a ser realizada neste domingo, 08 de novembro, às 19 horas, na Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, Vila Antártica.  “Que fiquem as boas lembranças a todos aqueles que, de alguma forma, participaram de sua trajetória”, diz a família.

Airton faleceu aos 34 anos de idade, por morte súbita, na madrugada de  terça-feira.  Ele trabalhava no Centro de Pesquisas em Animais Peçonhentos (Cevap), coordenado pelo professor doutor Rui Seabra e desenvolvia diferentes pesquisas científicas, entre elas o selante de fibrina, uma cola biológica extraída do veneno da cobra cascavel.

A morte deste “corintiano nato”  causou uma verdadeira comoção nas redes sociais com amigos e familiares aturdidos com a notícia de seu precoce passamento, prestando suas homenagens.  Além das frases, muitas fotos com Airton ladeado de amigos foram publicadas, mostrando que era uma pessoa bastante estimada com penetração nos mais diferentes segmentos sociais da cidade. A missa deverá receber muitos amigos e parentes.