Morte de cavalo causa indignação no Jardim Cristina

A morte de um cavalo que está sendo analisada pelo Centro de Zoonoses, da equipe da Vigilância Ambiental Sanitária (VAS) da Prefeitura Municipal de Botucatu, chamou a atenção dos moradores da região do Jardim Cristina.

Moradores daquela região da cidade revelaram que alguns homens estavam se deslocando para participar do desfile dos cavaleiros que, como acontece todos os anos, encerra o Desfile da Independência realizado na Avenida Dom Lúcio. Num dado momento, um dos cavalos começou a passar mal e caiu no chão, com convulsões.

O pior de tudo, segundo as pessoas que acompanharam o sofrimento do animal e ficaram indignadas, é que o proprietário passou a agredi-lo com um chicote (relho), tentando fazer com que se levantasse, mas não conseguiu porque cavalo estava muito debilitado. Depois, retirou o arreio (sela) e foi embora.

Moradores registraram a cena do cavalo em agonia (foto) e tentaram refrescar o animal jogando água, porque estava muito calor e acionaram a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Vigilância Sanitária para que fosse retirado daquele local. O nome do dono desse cavalo que deverá prestar depoimento nas 2ª Central de Polícia Judiciária e poderá ser enquadrado em crime de maus tratos com animais, não foi divulgado.