Medicina/Unesp inaugura moderna estrutura administrativa

Após 48 anos, a Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), passa a viver uma nova fase em sua trajetória de excelência no ensino com a inauguração ocorrida, na manhã desta sexta-feira (25) de seu novo complexo administrativo; Central de Salas de Aula e também do Centro de Memória e Arquivo.

Estiveram presentes tomando posse na mesa o vice-reitor no exercício da reitoria da Unesp, professor Júlio Cezar Durigan; ex-reitor Marcos Macari, prefeito João Cury Neto e autoridades unespianas como os professores Sérgio Muller, Silvana Schellini e Emílio Curcelli, entre muitas outras. A cerimônia teve início com sessão solene no Salão Nobre da FMB seguida pelo descerramento de placa e visita ? s novas instalações.

Foram 12 meses de obras para que as novas instalações da FMB se concretizassem. Com investimento da própria Unesp, em parceria com a Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp) e da própria FMB, o complexo une modernidade, mais conforto aos servidores, alunos e professores da instituição para que as atividades de ensino e apoio acadêmico possam melhorar sempre.

O complexo contempla três prédios, com um total de 5.964 m² de área coberta. Nessa infra-estrutura serão abrigadas novas salas de aula, laboratório de ensino e um segundo prédio destinado ? s áreas administrativas da Faculdade, que atualmente ocupam espaço físico em conjunto com o Hospital das Clínicas. Foram investidos R$ 9.248.102,48 milhões para a construção do prédio administrativo e Central de Salas de Aula. Já o Centro de Memória e Arquivo teve custo de R$ 575.405,30 mil.

As atuais instalações administrativas da FMB, que ocupam quase 1.500 m² de espaço físico serão usadas para a ampliação de diversos setores administrativos do HCFMB, que também passa por processo de expansão após ser transformado em autarquia da Secretaria de Estado da Saúde, sob gestão da FMB.

Serão alocados no primeiro pavimento do novo prédio: Finanças, Recursos Humanos, Comunicações, Diretoria Técnica Acadêmica, Serviço Técnico Acadêmico, Grupo Técnico de Desenvolvimento em Recursos Humanos.

No pavimento superior estão acomodadas a Diretoria, Vice-Diretoria, Sala da Congregação, Divisão Administrativa, Área de Convênios, Informática, Diretoria de Serviços, Assessorias Jurídica e de Comunicação e Imprensa, além de sanitários feminino e masculino.
A mudança das seções para a nova estrutura deverá ocorrer em março deste ano.

{n}Acessibilidade{/n}

No térreo foram instalados banheiros totalmente adaptados ? s pessoas portadoras de necessidades especiais, além de catracas adaptadas. Elevadores facilitarão o acesso do público aos demais setores administrativos da faculdade.

{n}Sala de Congregação e sistema digital de votação{/n}

A nova sala da Congregação, que recebeu o nome de “Mário Rubens Guimarães Montenegro” está equipada com telões de última geração, e acústica dentro das normas técnicas vigentes. Outra novidade é o sistema digital de votação implantado pela FMB. Semelhante ao processo que a Câmara dos Deputados e o Senado Federal utilizam.

Cada membro recebe um aparelho com conexão de rede sem fio onde poderá ter três tipos de decisões: favorável, contrário ou abstenção, com possibilidade de alterar sua escolha antes de confirmar a opção clicando em “ok”. Os resultados preliminar e final, após serem confirmados pelos controles, poderão ser acompanhados em tempo real através de um telão.

{n}Acesso controlado{/n}

Segurança aos usuários é outro aspecto amplamente explorado no novo projeto do prédio da administração da FMB. Além do balcão da recepção mais próximo da entrada, os servidores terão entrada exclusiva ? s novas dependências. O ingresso de funcionários e visitantes ocorrerá com uso de cartões inteligentes. Para evitar falta de espaço para o estacionamento aos servidores da Faculdade de Medicina estarão disponibilizadas 70 vagas de estacionamento.

{n}Central de Salas de Aula une conforto e modernidade{/n}

Não somente o conforto foi pensado no projeto para a construção da Central de Salas de Aula da FMB. Todo o complexo tem grande capacidade de acomodação de alunos. A primeira parte, atualmente em uso, possui 1.186 m² de área construída. Nessa primeira parte haverá 14 salas com capacidade para 20 alunos cada uma na parte térrea. Já o 1º pavimento contará com 4 salas para 60 alunos e no segundo piso haverá uma sala para 120 graduandos. O local, que tem capacidade para acomodar 640 alunos simultaneamente, está preparado também para futuras ampliações de vagas dos cursos de Enfermagem e Medicina.

Pelo projeto inicial, a expectativa é que estejam futuramente ? disposição dos alunos dos cursos de Medicina e Enfermagem, 38 salas, sendo 14 para 20 alunos, 4 para 40 pessoas, 17 para 60 graduandos e 3 para 120 estudantes. Outra modernidade será o sistema de transmissão de arquivos para aulas que os professores terão ? disposição. Através de uma central, poderão ser enviados os conteúdos ao sistema audio-visual de cada sala.

{n}Centro de Memória e Arquivo da FMB{/n}

Em área anexa ? estrutura que abrigará a ala administrativa da escola está em fase final de construção o Centro de Memória e Arquivo da FMB, que tem 382,92 m². O pavimento térreo já está pronto e a coordenação do material que será disponibilizado no local está a cargo da historiadora em arquivos e gestão de cultura material, Isaura Bretan.

O edifício foi projetado para suportar outro pavimento, para abrigar também massa documental, já tendo inclusive o espaço para elevador de carga. A estrutura já pronta é própria para edifícios de arquivo e segue as recomendações do CONARQ (Conselho Nacional de Arquivos do Governo Federal), que estabelece normas para os arquivos de todo o país.

Possui uma ampla sala somente para a guarda do acervo, espaço específico para o trabalho administrativo e espaço para recepção e tratamento da documentação, antes de sua entrada na sala de guarda do acervo. Há banheiros que podem ser utilizados pelo público e está previsto um espaço-sala de consulta. O edifício contempla, em sua estrutura, as necessidades básicas para o trabalho com documentos arquivísticos e para a preservação do material.

O acervo do Arquivo da FMB será composto, primeiramente, pelos processos de vários setores da administração (atividade meio), posteriormente o arquivo poderá receber documentação dos setores acadêmicos (atividade-fim). Serão implantadas estantes deslizantes para facilitar o acesso aos documentos.

Fonte e fotos: Flávio Fogueral
Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB/Unesp e HCFMB