Loja Modelo Itinerante do Sebrae chega a Botucatu

Entre os dias 22 e 25 de julho, a região de Botucatu conhecerá tendências e inovações do varejo de design de moda por meio da Loja Modelo Itinerante do Sebrae-SP. O veículo, com 55 m² e 15 metros de comprimento, ficará estacionado no Espaço Cultural Gabriel Marão (Avenida Dom Lúcio).

A carreta apresentará aos lojistas concepções adequadas dentro do varejo. Entre elas estão organização e diferenciação de vitrines para melhor apresentação dos produtos. No local será possível conhecer melhores técnicas para disposição de prateleiras, iluminação ideal para valorização das mercadorias e conceitos de visual merchandising.

A programação começa no dia 22, a partir das 19h30, com a palestra “Tendências do Varejo no Brasil e no Mundo”, no Espaço Cultural. Nos dias 23 e 24 de julho, das 14 às 20 horas, e no dia 25, das 10 às 14 horas, a Loja Modelo estará aberta para visitas guiadas por consultores especialistas.

O empresário também poderá vivenciar como a tecnologia tem auxiliado no varejo. Entre as novidades que serão apresentadas está a identificação de etiquetas por radiofrequência (RFID), usada como alternativa ao código de barras. Por meio desta ferramenta é possível rastrear o produto em todos os processos, desde o estoque até a venda.

Na ocasião, consultores e analistas do Sebrae-SP vão prestar orientações sobre questões ligadas aos temas de gestão, marketing e finanças. Segundo Silvia Furio, gerente do Escritório Regional do Sebrae-SP em Botucatu, a inovação sempre deve estar presente no cotidiano do empreendedor.

“Em todos os segmentos, o diferencial tem sido oferecer ao cliente produtos e serviços que contemplem os desejos de consumo. A experiência de compra envolve diversos processos, o que exige constante aprimoramento da loja e do empresário”, frisa, lembrando que as visitas a Loja Itinerante Modelo podem ser agendadas no Escritório Regional do Sebrae-SP em Botucatu, na rua Dr. Costa Leite, 1570, ou pelo telefone (14) 3815-9020.

 

Perfil

 

Três municípios na região de abrangência do Sebrae-SP em Botucatu apresentam potencial de consumo superior a R$ 1 bilhão. A constatação faz parte do estudo de mercado efetuado pelo Sebrae-SP e os dados se referem a maio deste ano.

Com população superior a 130 mil habitantes, Botucatu tem potencial estimado superior a R$ 2,5 bilhões. Desse total, as classes A e B representam consumo em torno de R$ 1, 9 bilhão. As classes C, D e E representam R$ 667.460.207 a serem injetados na economia local.

A estimativa é de que os mercados de calçados e vestuários confeccionados movimentem, este ano, R$ 103 milhões. São 4.652 empresas no setor do varejo, o que faz com que a cidade seja a 49ª no ranking de consumo estadual e a 161ª na classificação nacional. A população rural tem estimativa de consumo de R$ 16.795, enquanto que a população urbana consome, de forma per capita, R$ 20.124.

Já Avaré concentra potencial de consumo estimado em R$ 1,48 bilhão. De seus mais de 84 mil habitantes, o município injeta pelas classes socioeconômicas, R$ 1 bilhão (A e B) e R$ 453 milhões nas classes C, D e E. Calçados e vestuários confeccionados concentram R$ 60 milhões na economia local, que possui 3.702 empresas no varejo. O município ainda figura na 83ª posição no ranking de consumo estadual e é o 282º mercado em consumo nacional. O consumo per capita da população rural é estimado em R$ 15.841,35, menor que o urbano, calculado em R$ 18.225,56.

São Manuel possui potencial de consumo em R$ 632.908.739. Com 38.700 habitantes, o município apresenta consumo per capita urbano estimado em R$ 16.651,55 e rural de R$ 16.537,14. A divisão por classes socioeconômicas apresenta a injeção superior a R$ 426 mil (A e B) e de R$ 206 mil (C, D e E). O município concentra 1.394 empresas do varejo sendo que, vestuário e calçados são responsáveis pelo incremento de R$ 26 milhões à economia. No ranking de consumo, o município está em 164 no Estado e em 584 em nível nacional.