Jovens se formam em área de manutenção de celulares

Estudantes concluíram no final do mês de setembro em Botucatu, o curso de qualificação profissional na área de manutenção de celulares. A qualificação foi realizada nas dependências da Microlins em parceria com a empresa Tellemática da cidade de Assis, que ministra cursos nas áreas de assistência técnica de Celulares, Notebooks, Tablets, GPSs e PABX.

A atividade, que contou com apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, foi direcionada para dez estudantes selecionados pela rede estadual de ensino, maiores de 16 anos, que estão em busca de oportunidades para o primeiro emprego.

Segundo Antonio Carlos Stein, secretário adjunto de Indústria, esses alunos serão encaminhados nos próximos dias ? s empresas de telefonia nas áreas de assistência técnica e comércio de celulares para aproveitamento das habilidades adquiridas durante o curso. “Os resultados do curso foram excelentes e num futuro próximo estaremos trazendo outras qualificações profissionais inéditas para a cidade de Botucatu”, explica.

Adilson Marcus Victal, diretor da Microlins de Botucatu, ressaltou que o curso teve um excelente aproveitamento e foi realizado com sucesso graças ? parceria a Secretaria de Municipal de Desenvolvimento. “Para dar continuidade aos conhecimentos adquiridos durante esta classificação os alunos também foram contemplados com um curso Ensino a distância pelo site da Tellematica com carga horária de 30 horas”, informa.

{n}Qualificação e emprego {/n}

Com essa e outras iniciativas já foi possível capacitar mais de 2,5 mil pessoas em Botucatu desde 2010 e isso está refletindo no mercado. Em janeiro de 2009, segundo números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, o Município contabilizava 32.688 pessoas com emprego formal, ou seja, com carteira de trabalho assinada.

Até agosto de 2012 esse montante já era de 37.975, mais de 5. 224 mil novos postos de trabalho. A área de serviços é a que mais cresce e hoje emprega mais de 13.200 mil em Botucatu, seguida pela indústria, com 11,742 mil, e comércio, com 7,613 mil profissionais.