IPVA com desconto começou a ser pago esta semana

Os contribuintes devem evitar atrasar o pagamento do imposto, pois há multa de 0,33% ao dia (limitada a 20%, após 61 dias) mais juros pela taxa Selic

 

Botucatu é uma das cidades brasileiras com o maior número de carros por habitantes. São cerca de 90 mil veículos registrados junto a Ciretran, para uma população estimada em 140 mil habitantes sem contar os veículos flutuantes que passam pela cidade todos os dias.

Por isso, para os proprietários de veículos, não só de Botucatu, como de todo Estado de São Paulo, nesta segunda-feira vence o prazo para pagamento do imposto para os veículos com placas de final 1 do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores  (IPVA) em cota única com desconto de 3%.  Na terça (12), para as de final 2, e assim sucessivamente. No dia 22 vence o prazo para as de final 0.  

Nas mesmas datas (11 a 22) vence o prazo para o pagamento da primeira das três parcelas para quem optar pelo parcelamento. Entre os dias 11 e 24 de fevereiro vence o prazo para o pagamento do imposto em cota única (sem o desconto de 3%) ou da segunda parcela. Entre 11 e 24 de março vence o prazo para quitar a última das três parcelas.

O pagamento com desconto em janeiro é vantajoso em relação ao sem desconto, em fevereiro. É que os 3% equivalem a juros de 3,1%, rentabilidade não obtida em nenhuma aplicação durante um mês.  Os contribuintes devem evitar atrasar o pagamento do imposto, pois há multa de 0,33% ao dia (limitada a 20%, após 61 dias) mais juros pela taxa Selic.

Ao final de dezembro e no início deste mês, cerca de 18 milhões de contribuintes começaram a receber os avisos de vencimento do IPVA de 2016 enviados pela Fazenda paulista. O aviso é apenas um lembrete (a Fazenda ressalta que não se trata de boleto nem de guia de pagamento) e traz todas as informações sobre o valor do imposto e as opções de pagamento, inclusive do seguro obrigatório (o Dpvat) e da taxa de licenciamento.

O contribuinte deve ir a uma agência bancária credenciada ou ao poupatempo, com o número do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) e fazer o pagamento no caixa.  O pagamento também pode ser feito nos terminais de autoatendimento, pela internet ou por débito agendado ou em outros canais oferecidos pelos bancos. Os contribuintes que não receberem o aviso não devem se preocupar: basta o número do Renavam para fazer o pagamento.

Ao pagar o IPVA o contribuinte também terá de quitar o seguro obrigatório, chamado de Dpvat. O seguro tem de ser pago com a parcela única (neste mês ou em fevereiro) ou com a primeira cota (neste mês).  O valor do seguro obrigatório deste ano será o mesmo de 2015. Os veículos de passeio pagarão R$ 105,65, sendo R$ 101,10 do seguro (o chamado prêmio tarifário), R$ 4,15 pelo custo do bilhete e R$ 0,40 de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).

Mesmo os veículos isentos do imposto (entre outros, os com mais de 20 anos fabricação) são obrigados a pagar o seguro obrigatório bem como a taxa de licenciamento, que neste ano custará R$ 80,21. Se desejar receber o documento em casa, o contribuinte terá de pagar mais R$ 11 pela taxa de postagem.

Já o pagamento do imposto para os caminhões também começa a vencer nesta segunda-feira (11), com o desconto de 3%, conforme o final da placa (o calendário é o mesmo dos carros). Sem o desconto, o pagamento poderá ser feito até 15 de abril (todos os finais).  A primeira parcela poderá ser paga entre 11 e 24 de março (mesmo calendário dos carros). A segunda será paga até 15 de junho e a terceira, até 15 de setembro (em ambos os casos, para todos os finais de placa).

Fonte: Folha Online