IB comemora seus 37 anos com Sessão Solene

Realizada sessão solene da Congregação comemorativa aos 37 anos do Instituto de Biociências (IB) da Unesp, câmpus de Botucatu. Integraram a mesa da cerimônia, a vice-reitora da Unesp, Marilza Vieira Cunha Rudge; a diretora e o vice-diretor do IB, Maria Dalva Cesário e Wilson de Mello Júnior; o secretário municipal adjunto de Ciência Tecnologia, Carlos Alberto Costa; o vereador Luiz Aurélio Pagani; a diretora da Faculdade de Medicina, Silvana Artioli Schellini; e a professora da Faculdade de Ciências Agronômicas Denise Laschi.

“Estamos, hoje, comemorando 37 anos desde a instalação de um instituto que inicialmente foi denominado de Instituto Básico de Biologia Médica e Agrícola, o IBBMA. Comemoramos também com, muito orgulho, 50 anos da instalação do nosso curso de Ciências Biológicas, que foi a semente plantada nos idos 1964 e que germinou e deu origem ao nosso Instituto”, explicou a diretora do IB no início de seu discurso.

Parte da fala da professora Maria Dalva foi centrada no curso de Ciências Biológicas por causa da celebração do jubileu de ouro dessa graduação. Segundo ela, nos 50 anos de existência do curso, foram formados 1.143 bacharéis, 1.192 licenciados e 642 biólogos na modalidade médica. “Esses biólogos se destacaram e têm se destacado no ensino, pesquisa e na área tecnológica”, comentou.

A diretora do IB também lembrou que, desde 2009, o curso obteve cinco estrelas em classificação realizada pelo Guia do Estudante, da Editora Abril, e tem conquistado conceito A (excelente) no Sistema de Avaliação  Institucional (Avinst).

Ela ainda enfatizou que a instituição sempre se empenha em promover ações de adequação e reestruturação do curso de Ciências Biológicas para atender novas demandas do mercado de trabalho e atualmente tem trabalhado para formar profissionais capacitados para atuar em setores como meio ambiente, saúde, biotecnologia e produção.

Quanto à instituição em geral, a professora Maria Dalva expôs que, no momento, a instituição é composta por cerca de 170 docentes, 170 servidores técnico-administrativos e mais de 2.000 alunos de graduação e pós-graduação. Sobre os recursos, ela mencionou que na unidade são aplicados anualmente cerca de 5 milhões pela Unesp e outros 10 milhões por agências de fomento para financiamento de  projetos e bolsas de estudo. As atividades executadas em conjunto com as demais unidades da Unesp do câmpus de Botucatu e órgãos municipais foi mais um aspecto presente no discurso da diretora.

A vice-reitora da Unesp, por sua vez,  salientou a contribuição do IB à educação básica e a importância de projetos coordenados por docentes da unidade como o “Difundindo e Popularizando a Ciência” e também expôs trabalhos e conquistas da universidade.

O secretário Carlos Alberto Costa disse que reconhece a importância do Instituto não apenas para Botucatu, mas em nível nacional e até internacional. Em seu pronunciamento, o vereador Luiz Aurélio Pagani destacou os projetos de extensão que são realizados em parceria com o município.

Também prestigiaram a cerimônia Sheila Zambello de Pinho e José Roberto Corrêa Saglietti, que foram diretores do IB, respectivamente, nos períodos de 1997 a 2001 e de 2001 a 2005, e Minoru Sakate, que foi vice-diretor de 1981 a 1985, além dos professores eméritos Edmundo José De Lucca e Roberto Sogayar.

Durante a sessão solene, foram homenageados os docentes aposentados e que atuam como colaboradores e os servidores que se aposentaram no período de novembro de 2013 até este mês, e mencionados os nomes dos novos contratados.

Na oportunidade, ainda foi entregue pelo professor Augusto César Montelli, representante do Rotary de Botucatu, o Prêmio Horácio Passos aos melhores alunos dos cursos de graduação do IB que colaram grau em 2013.