Horário de verão será encerrado na noite deste sábado

Chega ao fim ? meia-noite deste sábado mais uma edição do horário de verão brasileiro. Quem já estava acostumado com o horário de verão, agora vai ter que ajustar, novamente, o seu relógio. Iniciado no dia 15 de outubro do ano passado, o horário especial teve a sua maior temporada desde 1985. Os relógios devem ser atrasados em 1 hora e o sábado terá “duas meias-noites” e 25 horas para quem mora nos 10 estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além da Bahia e do Distrito Federal, onde a medida foi implantada.

O período teve 133 dias, por conta da coincidência entre o dia previsto para o término do horário de verão e o domingo de carnaval, quando o encerramento deveria ser no fim de semana seguinte. No caso, dia 26 de fevereiro de 2012. O objetivo era evitar que, no meio da folia, a população se esquecesse de ajustar os relógios.

Principal finalidade do horário de verão não foi reduzir o consumo de eletricidade, mas sim distribuir de maneira mais racional a elevação da demanda das diversas classes consumidoras, durante o horário de ponta (das 18 ? s 22 horas) para aliviar as condições de operação de instalações como usinas geradoras, subestações e linhas de transmissão.

A redução total de consumo deve ficar em torno de 0,5%, com uma economia entre R$ 75 milhões e R$ 100 milhões para o País durante o período. O horário de verão permite essa diminuição no consumo de energia, que se dá basicamente em razão da maior disponibilidade de luminosidade natural e a conseqüente redução no tempo de uso de lâmpadas.

A aplicação dessa medida vem sendo praticada nas regiões geográficas onde sua eficácia tem sido comprovada, garantindo atendimento ? s áreas críticas, proporcionando folgas ? operação para efetivação de manutenções em instalações de geração e transmissão do SIN e economia relacionada ? redução de geração térmica para manter níveis adequados de suprimento aos centros de consumo.