Honrarias são concedidas a dois juízes da Comarca

Na noite desta sexta-feira (15) a Câmara Municipal de Botucatu prestou homenagem a dois juízes que militam na Comarca de Botucatu, em razão dos serviços prestados ? municipalidade. Alfredo Gehring Cardoso Falchi Fonseca, titular da 2ª Vara Cível da Comarca, recebeu o título de “Honra ao Mérito” e Josias Martins de Almeida Junior, diretor do Fórum e titular da 1ª Vara Criminal e da Vara da Infância e Juventude, passou a ser “Cidadão Botucatuense”. As honrarias foram iniciativa do vereador Lelo Pagani (PT), através de Decreto Legislativo aprovado pela unanimidade dos vereadores em 02 de março de 2012.

A sessão solene contou com a presença de várias autoridades e familiares dos homenageados que nos discursos que proferiram em plenário, fizeram questão de dividir suas respectivas honrarias com seus familiares e servidores do Judiciário.

Em seu discurso, o vereador autor das honrarias, fez um apanhado geral do trabalho dos magistrados, enfocando, principalmente, a atuação que ambos desenvolveram juntamente com o Poder Público, Poder Judiciário e Tribunal de Justiça de São Paulo para a viabilização da construção do novo Fórum de Botucatu que será inaugurado no segundo semestre deste ano no Jardim Riviera.

Lembrou que quando a cerimônia da assinatura do contrato para construção do Fórum foi feita, o diretor era Alfredo Fonseca que passou o cargo a Josias Júnior, que acompanhou todo o processo da construção. Atualmente o Fórum de Botucatu está desmembrado e funciona em diferentes pontos da cidade.

“Os magistrados foram muito importantes durante esse processo e a atuação deles demonstra de forma clara e inequívoca, o apreço, estima e dedicação ? comunidade botucatuense e são merecedores dessas honrarias”, frisou Pagani.

O prefeito João Cury Neto enfatizou que desde a interdição do antigo prédio da Praça Rui Barbosa, a situação das pessoas que trabalham no Fórum ou que dependem dele, se viram obrigadas a conviver com instalações inadequadas.

“Essa homenagem é merecida pelo trabalho que os magistrados realizam em Botucatu. Estivemos juntos nessa demanda para resolver a situação que se arrastava por vários anos. Além da construção do novo Fórum, o antigo prédio será usado para a instalação de uma Pinacoteca. Foi um trabalho conjunto em prol da população de Botucatu, que terá um Fórum de primeiro mundo”, disse Cury.

Quem também usou a tribuna foi o juiz de Direito José Antonio Tedeschi, coordenador de Circunscrição da Associação Paulista de Magistrados do Estado de São Paulo (APAMAGIS), que elogiou a iniciativa da homenagem relatando que testemunhou, fase a fase, a conquista do novo Fórum e acompanhou as tratativas junto ? presidência do Tribunal de Justiça de São Paulo, na qualidade de coordenador da APAMAGIS.

“Os doutores Alfredo e Josias souberam compreender a real necessidade da comunidade jurídica botucatuense que amargava a falta de um prédio próprio para a Justiça local, desde a interdição do fórum e tiveram importante participação no processo da construção do novo prédio e foram firmes na decisão de demonstrar ? presidência do Tribunal de Justiça de São Paulo da necessidade de Botucatu contar com um novo prédio, sendo esta a empreitada mais significativa da história recente da Comarca”, disse Tedeschi.

Fotos: David Devidé

{bimg:31936:alt=interna:bimg}
{bimg:31937:alt=interna:bimg}