Homem é acusado de agredir funcionária do transporte coletivo após suposto problema em cartão

 

empresaUm homem de 44 anos, que segundo informações prestadas pela GCM é funcionário público municipal, foi detido na tarde desta quarta-feira, 28, após ser acusado de agredir funcionárias de uma empresa que opera no transporte coletivo e depredar o escritório da mesma que se localiza na Rua Curuzu, centro de Botucatu.

Ele estaria com problemas em seu cartão, tentou resolver mandando um parente no local, sendo informado que só o titular do cartão poderia resolver o problema no local. Assim ele foi tirar satisfação na empresa e as funcionárias teriam informado que o cartão estava funcionando normalmente, embora ele negasse.

Após discussão para resolver o problema, teria sido informado que a empresa efetuaria a troca, mas o mesmo teria que pagar R$ 15. Nesse momento ele teria perdido o controle, desferido um golpe no braço da funcionaria e discutido com outra.

Ele também teria quebrado uma divisória do local. O caso foi apresentado DDM – Delegacia de Defesa da Mulher, onde o acusado foi ouvido e liberado.