Grupo Ambiental faz o resgate de um gavião carcará

 

Uma ação realizada pelos guardas civis municipais Camargo e De Santi do Grupo de Proteção Ambiental (GPA) resultou no resgate de um gavião da espécie Carcará. O fato aconteceu no Jardim Planalto, onde após solicitação realizada no telefone 199, os guardas constataram que a ave com dificuldades de se locomover.

Em razão disso, a ave foi levada ao Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens (Cempas), permanecendo aos cuidados da equipe médica coordenada pelo professor doutor Carlos Teixeira para ser cuidada e, oportunamente, devolvido à natureza ao seu habitat.

Diferentemente de outras aves predadoras o carcará é um oportunista alimentando-se de insetos, anfíbios, roedores e quaisquer outras presas fáceis; ataca crias de mamíferos, como filhotes recém-nascidos de ovelhas e acompanha urubus em busca de carniça e procura frutas. Em Botucatu o carcará pode ser facilmente visto em bandos no Aterro Sanitário, na Rodovia Eduardo Zucari, onde se alimenta de resíduos de lixo doméstico.

 

Verificação de alvará

Já a os agentes inspetor Pichinin e agente Nogueira do Grupo de Ações Preventivas Especiais (Gape) realizaram uma verificação de alvará. O fato aconteceu num bar na região, onde estava em pleno funcionamento e não tinha alvará. Diante dos fatos o proprietário foi orientado e o estabelecimento fechado.