GCM registra ações em pontos diferentes da cidade

Os guardas civis municipais inspetor Paes e agente Dias registraram um caso de perturbação do sossego público praticado por uma república de estudantes, na região da Vila dos Lavradores. No local estava sendo realizada uma festa que ocasionou reclamações da vizinhança, já que o som estava muito alto. Equipes da GCM e da Polícia Militar orientaram o responsável pela festa, que acabou encerrando as atividades no local.

 

Apoio ao Poder Judiciário

Os agentes Pedro e Batista realizaram apoio ao Poder Judiciário na Vila Paulista onde um oficial solicitou a presença da GCM para cumprir um mandado judicial de despejo. Os guardas prestaram todo apoio e o cumprimento transcorreu sem nenhum tipo de problema.

 

Resgate de animais

Os guardas municipais inspetor Carlos e agente Carmelin realizaram quatro resgates de animais em pontos diversos da cidade. Foram duas aves que estavam sem condições de voar e levadas ao Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens (Cempas) e duas serpentes encaminhadas ao Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos (Cevap).

 

Morte natural

Vaz, Leite e Lourenço do Grupo de Ações Preventivas Especiais (Gape) atenderam um caso de morte natural na Vila Santana, passado à Central de Atendimento da Guarda Municipal. No local uma senhora de 68 anos bastante debilitada, havia morrido. Equipe  médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atestou a morte natural e o fato encaminhado a 1ª Central de Polícia Judiciária.

 

Idoso de 68 anos

Já o inspetor Paes e agente Dias prestaram auxilio a um senhor de 68 anos. O fato foi registrado na Vila Antártica, onde os guardas encontraram o idoso caído na calçada e totalmente desorientado. Diante da situação ele foi levado até sua residência, ficando aos cuidados de seus familiares.